“Excelência é uma busca incessante por melhorias”, diz CEO da Orfeu

O cuidado da Orfeu Cafés Especiais com toda a cadeia de produção inspira o Brasil a inovar, combinando tecnologia e expertise humana

Por: - 4 meses atrás

A história do café remonta à história do Brasil, à cultura brasileira. Democrático, é um hábito que se manifesta  especialmente nas casas dos brasileiros. De acordo com a Associação Brasileira da Industria de Café (ABIC), entre novembro de 2017 e outubro de 2018, 64% do produto foi utilizado dentro das residências. Nesse mesmo período, 21 milhões de sacas foram consumidas no Brasil, o que representa um crescimento de 4,80% em relação ao período anterior. Com esses números, o Brasil segue como o segundo maior consumidor de café do mundo.

É nesse contexto que a Orfeu Cafés Especiais cresce no mercado. Um dos principais diferenciais da empresa – e o ponto que a conecta diretamente os valores da Consumidor Moderno – é a busca pela excelência em cada detalhe do processo de produção e de distribuição, o grão à xícara do cliente.

Nos primeiros anos, a companhia se dedicava a uma produção menor, mais focada em um público atento ao café de qualidade, disposto a escolher itens de ponta. Há aproximadamente três anos, porém, a empresa passou por algumas transformações, com foco na proximidade com o consumidor e com o próprio Brasil. “Precisamos nos conectar com nossas origens”, afirma Amanda Capucho, CEO da Orfeu Cafés Especiais.

Confira a edição digital da Consumidor Moderno!

A missão da empresa, inclusive, é gerar valor dentro do País, gerar empregos, entregar excelência para o consumidor brasileiro, encurtando a cadeia e gerando mais benefícios para a questão ambiental. “O brasileiro sabe produzir com qualidade”, defende a executiva. “O café está no nosso sangue, na nossa história”. Do ponto de vista do consumidor, ela afirma que o paladar está cada vez mais apurado – tanto  ara queijos e vinhos quanto para o café. E a indústria
precisa estar atenta a isso.

Cafés da marca Orfeu em grãos, moído e em cápsulas biodegradáveis

Ao mesmo tempo, ela acredita que, mais do que buscar qualidade, o consumidor anseia por boas histórias e por conexão. A Orfeu manifesta isso, afinal, há mais de 400 funcionários que trabalham nas fazendas e aproximadamente 130 famílias moram onde o café é produzido. Os colaboradores cuidam de toda a produção – desde a muda do café até a cápsula biodegradável, uma das recentes inovações da empresa. “Cuidamos de toda a cadeia para garantir qualidade, constância e frescor”, afirma Amanda. “Excelência é uma busca incessante por melhorias, pois sempre haverá uma nova demanda e uma nova oportunidade de inovar”.

Par perfeito

Quando o assunto é café, a união entre o trabalho humano e a tecnologia também gera resultados ideais. Amanda conta que, na Orfeu, há um equilíbrio cuidadoso entre tecnologia e tradição. “Não é preciso usar tecnologia em métodos que foram criados antigamente e que ainda funcionam”, defende.

Como exemplo, ela revela que, na fábrica, acontece o processo de torra e, depois, a separação manual de algum grão que esteja fora de padrão – afinal, qualquer pequeno defeito pode prejudicar o sabor do produto. “Há uma série de processos e tecnologias que garantem que o grão chegue com o máximo de uniformidade na torrefação: há três maquinários que fazem a seleção por tamanho, cor e densidade e, depois disso, é feita a torra”, explica a CEO. “Depois, há funcionários que fazem a seleção, a olho nu”.

Apesar disso, há inovação em diversas etapas de processo – como no encapsulamento do produto. No cultivo, a empresa conta com uma tecnologia israelense para efetuar a irrigação por gotejamento, prática que garante a constância da produção independentemente da chuva ao longo do ano.

Amanda Capucho, CEO da Orfeu Cafés Especiais

Fatos sobre a Orfeu Cafés Especiais

– Atua nos formatos B2B e B2C, por meio dos canais de e-commerce, varejo, hotéis, cafeterias e restaurantes

– Cada um dos canais tem uma equipe própria dedicada a garantir a qualidade do serviço e manter a excelência do produto por meio do preparo ideal – nos hotéis e restaurantes, por exemplo, há baristas treinados pela Orfeu

– O atendimento ao cliente também é próprio e acontece pelos canais de chat, telefone e e-mail

– A empresa investiu em cápsulas biodegradáveis por apostar no meio ambiente, considerando a evolução e as demandas do pós-consumidor, mas sem repassar a conta para ele

– Orfeu é atualmente o café brasileiro mais premiado do mundo com 26 conquistas no Cup Of Excellence, premiação considerada o “Oscar” dos cafés especiais