Beetle encerra 74 anos de história e é produzido pela última vez

Volkswagen já havia anunciado o fim da fabricação no modelo no ano passado. Especula-se que ele possa voltar ao mercado em versão elétrica. Será?

Por: - 1 semana atrás

Beetle

Depois de sete décadas e mais de 21 milhões de unidades comercializadas, o Beetle (apelidado no Brasil como Fusca) está encerrando sua história. Na quarta-feira (10), a Volkswagen colocou em produção o último modelo do carro, em uma fábrica em Puebla, no México. Ao todo foram produzidas 65 unidades, que serão comercializadas apenas no site oficial da marca por US$ 20.895 – o equivalente a R$ 78.390. 

No Brasil, o carro que se popularizou na década de 50 já dava indícios de que poderia ser descontinuado. Isso porque o lançamento de sua segunda geração, que voltou a ser chamada de Beetle por aqui, não vendeu como o esperado. No ano passado, a Volks havia anunciado que pararia neste ano a fabricação do famoso fusca.

Beetle

O carro ganhou uma reedição com design mais moderno em 1998

7 DÉCADAS DE HISTÓRIA

Os primeiros protótipos do que viria a ser o Beetle são datados de 1936 na Alemanha. Quatro anos antes, em 1932, o projetista Ferdinand Porsche fez o desenho do modelo NSU Type 32, que seria a base para o projeto final do carro. A ideia surgiu para fazer jus ao nome de sua montadora, já que Volkswagen em alemão significa “veículo do povo”.

O intuito do Beetle era ser um carro acessível, robusto e barato e que pudesse ser usado tanto como veículo de passeio como para uso militar. O nazista Adolf Hitler participou ativamente da criação do veículo que, pouco tempo depois, ganhou a forma que conhecemos hoje pelo designer austríaco Erwin Komenda.

Beetle 

Em 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial e o declínio do governo nazista, o carro então chamado de VW Tipo 1 foi reapelidado para Beetle (Besouro).

No Brasil as primeiras unidades desembarcaram em 1950, mas ainda com um custo muito elevado. Dois anos depois, apesar da produção em solo nacional, as peças ainda eram importadas da Alemanha. Foi só em 1943 que o Beetle ganhou fabricação made in Brasil em uma fábrica no bairro do Ipiranga, em São Paulo. A conhecida fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo seria inaugurada apenas em 1959.

LEIA TAMBÉM

Confira os dez carros mais vendidos e com valor do seguro mais barato no Brasil

O sucesso do carro foi tanto que ele marcou de maneira significativa a indústria e a cultura pop. Nos cinemas ganhou um filme em que era o protagonista: “The Love Bug”, de 1968, que por aqui foi batizado de “Se Meu Fusca Falasse”. O Beetle também influenciou diretamente a escolha do nome dos The Beatles, que logo no início da carreira, ainda quase no anonimato, chegaram a chamar Silver Beetles.

Depois de 74 anos de história uma coisa é certa: o carrinho marcou gerações e promete deixar saudades. A Volks ainda não garantiu se o fim é mesmo definitivo, mas há quem especule a possibilidade de uma volta do modelo em versão elétrica e redesenhada. 

Beetle