Nubank começa a oferecer conta para pequenas empresas

Fintech brasileira abre as portas para pessoas jurídicas e vai fazer teste com 10 mil clientes. Para participar, empresas devem ter apenas um dono

Por: - 4 meses atrás

Nubank Crédito: Divulgação

O Nubank começa a oferecer conta para pessoas jurídicas. O projeto vai realizar um teste com 10 mil clientes de empresas pequenas, com apenas um dono que já seja cliente da fintech.

A iniciativa tem como foco profissionais autônomos e microempreendedores individuais (MEIs). Com o perfil exigido pelo Nubank, há meio milhão de clientes na base da própria fintech. Só no Brasil, hoje cerca de 20 milhões de pessoas possuem cadastro como pessoa jurídica, segundo a Receita Federal.

“A conta para pessoa jurídica é fruto da essência do Nubank de simplificar a vida das pessoas. Como empreendedores, nós sentimos na pele o peso que a burocracia e as altas tarifas podem ter sobre um negócio. Todos os dias, ouvimos queixas semelhantes dos nossos clientes. Foi com essa indignação que criamos o Nubank há seis anos. Nada mais justo que agora a gente possa começar a libertar também os pequenos empreendedores de toda essa complexidade”, afirma Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank.

LEIA TAMBÉM:
Banco Original lança plataforma digital focada no microempreendedor
A lógica do Nubank é: mais experiência, menos marketing

Funcionamento

A conta corrente para pessoa jurídica do Nubank começa com uma versão básica, com transferências financeiras entre usuários da fintech e de outros bancos, pagamento de contas e impostos, além de depósitos via boletos. O cartão de débito virá na sequência, possivelmente antes do fim do ano.

O custo da conta pessoa jurídica ainda não está fechado. A ideia, segundo Cristina, é replicar a NuConta, de pessoa física e usada por mais de 7 milhões de brasileiros, com cobrança apenas para saques.

De acordo com ela, o Nubank quer “sanar” a dor que sentiu e afeta seus clientes. Uma busca de e-mails na base da startup identificou 800 mil e-mails com pedidos para o lançamento de uma conta de pessoa jurídica.

Prestes a completar cinco anos de seu cartão, popularmente conhecido como roxinho, o Nubank segue em crescimento acelerado. Maior fintech da América Latina, avaliada em US$ 4 bilhões, a startup passou a marca de 10 milhões de clientes mês passado com seu cartão de crédito e espera 14 milhões de pessoas em sua base até o fim do ano.

Os interessados em participar desse processo de criação do Nubank podem se cadastrar pelo site da startup.

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno!