Entenda a relação entre diversidade nas organizações e resultados financeiros

Artigo escrito por Ana Bavon traz panorama com pesquisas e relatórios sobre a importância e impactos positivos causados pela diversidade nas empresas

Por: - 4 meses atrás

Crédito: Unsplash

Que a diversidade nas organizações é benéfica em vários sentidos, já sabemos. Que batalhar pela inclusão é responsabilidade social da empresa, concordamos. Mas e os lucros? Há quem associe a diversidade a “lacre” e quem lacra não lucra – eles disseram. Pois bem, eu, Nubank, Ben and Jerry’s e mais uma imensa quantidade de players discordamos dessa afirmação.

Além de todos os ganhos intangíveis que a boa gestão das diversidades proporciona, vários estudos comprovam sua relação direta com resultados financeiros. Uma pesquisa da DDI em parceira com a Ernst & Young mostrou que instituições que conseguiram promover pelo menos 30% de diversidade em sua liderança têm 1,4 mais chances de crescer de forma sustentável e lucrar mais que os concorrentes do setor.

De um lado a inclusão verdadeira – praticada no dia a dia e monitorada com métricas específicas – contribui para a motivação dos colaboradores, fomenta a conexão e a criatividade. De outro lado – um time plural atua em alta performance e isso é quase instantâneo. Resumindo: diversidade é o maior ativo intangível das empresas.

Neste artigo, vou dar um panorama de alguns fatores que corroboram as pesquisas e que poderão te ajudar a ampliar sua perspectiva. O lucro real acontece por um conjunto de estratégias, aqui vou mostrar como a diversidade é o eixo de todas eles, pois:

Potencializa a inovação 

Desta vez te apresento o retrato do estudo conduzido pela Accenture, que investigou a relação entre diversidade nas organizações e a inovação. Sem surpresas eu recebi a conclusão de que a diversidade é, de fato, essencial para a criação de novos produtos e soluções.

As novas narrativas conduzidas por esses agentes recém incluídos no ambiente organizacional, trazem contribuições exclusivas a partir de suas histórias de vida, logo, novos agentes, novos pontos de vista e novas soluções para dores que talvez nunca tivessem sido notadas. Aqui, diversidade e inclusão passam a ser uma enorme vantagem competitiva no mercado.

Esse relatório aponta que empresas que mantém políticas inclusivas e que promovem a equidade e igualdade no ambiente de trabalho são 11 vezes mais criativas e arrojadas. Vale ressaltar aqui que essas empresas aumentaram inclusive o número de registros de patentes, ou seja, inclusão é inovação.

Portanto, se seu desafio atual é manter-se relevante nesse cenário VUCA, eu sugiro fortemente que você pense na diversidade como o único – isso mesmo – catalisador natural de inovação.

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

 Promove maior engajamento 

Colaboradores mais satisfeitos tendem a dar o melhor de si e trabalhar com eficiência por um motivo muito simples, porém, extremamente complexo: senso de pertencimento. Como falei no meu primeiro artigo, somos seres contraditórios e duais – ao mesmo tempo que queremos exaltar nossa individualidade buscamos pertencimento e isso é o que nos move a todos.

Nosso desejo mais primário é o de inclusão, de nos sentirmos parte de um todo. A diversidade abre as portas para a pluralidade e é por meio das políticas inclusivas que o senso de pertencimento é ativado. Valores como respeito, empatia, valorização da singularidade e das relações, impulsiona o trabalho colaborativo, a troca de ideias e por fim, a automotivação.

A gestão das diversidades por meio da inclusão ajuda a minimizar e até mesmo eliminar conflitos, caindo significativamente o número de processos judiciais e reduzindo o turnover. Você sabe quanto custa um passivo trabalhista inchado e a substituição de colaboradores, talvez apenas esse motivo seja suficiente para que você possa implementar estratégias para a diversidade e inclusão na sua organização.

Aumenta a produtividade e a performance 

Equipes mais unidas e felizes, trabalhando em um clima organizacional positivo e harmônico, demonstram um rendimento acima da média. Um relatório da consultoria McKinsey destaca que empresas com diversidade de gênero e étnica apresentam resultados superiores em 15% e 35%, respectivamente. Isso acontece porque a diversidade nas organizações maximiza a produtividade e a performance.

Ou seja, quando nos misturamos aprendemos uns com os outros e isso faz com que nosso conhecimento se amplie e é dessa forma que conseguimos resolver questões mais complexas. Passamos a encontrar soluções para além da nossa narrativa de vida, a perspectiva do outro é adicionada a nossa e dessa forma conseguimos trazer novas soluções que sem a convivência com o diferente sequer poderíamos imaginar.

Enriquece o debate estratégico 

É por meio da conexão entre pessoas de diferentes raças, contextos, origens, gêneros, classes sociais, culturas, etnias, orientações sexuais e gerações que enriquecemos os debates.

Uma empresa pode ter uma mesma cultura percebida de formas absolutamente diferentes e ainda assim com todos alinhados e com os mesmos propósitos e objetivos, a base invisível aqui será sempre a do respeito e esse sim precisa estar fortemente enraizado no DNA dessa cultura organizacional.

A troca de experiências, pontos de vista e conhecimentos diversos é enriquecedor para as reuniões e planejamentos estratégicos, uma vez que os agentes poderão colaborar para ampliar visões e possibilidades sobre o modelo de negócio, o mercado, produtos para os clientes, entre outros.

 Melhora o employer branding 

employer branding é o responsável pela reputação da sua marca no mercado, ele é quem apresenta a proposta de valor de uma empresa diante de seus clientes e do mercado através do olhar do seu colaborador.

A prova dos 9 no que se refere a diversidade e inclusão mora aqui no Walk the talk e ele é revelado pelos seus colaboradores.

Em um cenário em que cada vez mais consumidores cobram iniciativas das marcas e as boicotam por conta de atitudes inadequadas, ser uma organização reconhecida por promover verdadeiramente a diversidade e a inclusão aumenta consideravelmente as chances de gerar mais negócios, fechar parcerias interessantes e atrair mais clientes, sem falar do marketing espontâneo e dos embaixadores da sua marca.

A ausência de políticas e estratégias de inclusão e valorização da pluralidade nas organizações revelam obsolescência e resistência a mudança.

São muitos os estudos que salientam que a diversidade nas organizações é sinônimo de sucesso, qualidade e alto desempenho. Na liquidez desses tempos em que fincamos bases em terremos arenosos o único elemento que manterá permanente é o humano e ele é plural.

JÁ VIU? Este é um ótimo momento para ser uma marca que tem história para contar