Defesa do Consumidor

OMO é alvo de críticas de clientes por informação na embalagem

Consumidores usaram às redes sociais para criticar uma informação presente no rótulo do novo OMO Lavagem Perfeito – antigo OMO Multiação. Em linhas gerais, o público não gostou da afirmação presente na embalagem onde a empresa diz que 800 gramas seria igual a um quilo. Pior: muita gente afirma que o novo sabão em pó, embora em quantidade menor, teria o mesmo valor do antigo OMO em pó. O Procon Paraná vai notificar a fabricante Unilever.

A polêmica começou a partir de tuite de uma consumidora chamada Cynara Menezes. Diz ela: “@OMOBrasil DIMINUIU a quantidade de sabão na caixa de 1kg para 800g e ainda quer convencer as pessoas que 800 = 1kg”.  A Consumidor Moderno identificou e acompanhou a evolução das críticas a partir da plataforma de monitoramento de redes sociais ICustomer, da PLusoft. Eis o primeiro tuíte.

Não demorou e outros consumidores retuítaram o primeiro comentário ou fizeram críticas ainda mais contundentes à marca. Alguns clientes lembraram que a mesma comunicação também foi usada na versão de 1,6 kg do produto – o antigo 2 kg.

Omo lavagem perfeita versão de 800 gramas:

Omo Lavagem Perfeita versão 1,6 kg:

 

Em pouco tempo, o Twitter foi invadido por comentários ruins sobre a embalagem da marca. Em seguida, as críticas foram parar no Facebook, que replicou o mesmo primeiro comentário tuitado.

O assunto “esquentou” tanto que alguns clientes se diziam enganados e ameaçavam até mudar para outra marca.

A resposta marca foi imediata. Em um primeiro momento, a empresa não respondeu aos consumidores na própria linha do tempo do Twitter e do Facebook, mas apenas em chats privados. Mas, minutos depois, as respostas eram dadas abertamente a alguns comentários mais ásperos.

 

Pode ou não pode?

O assunto é controverso, mas essa relação entre a quantidade de produto e o seu respectivo preço foram alvos de um posicionamento do Poder Público. Trata-se da portaria da 81/2002, publicada pelo Ministério da Justiça e assinada pelo então ministro Aloysio Nunes Ferreira. Em linhas gerais, a portaria estabelece regra para a informação aos consumidores sobre mudança de quantidade de produto comercializado na embalagem.

Em linhas gerais, essa diminuição na quantidade do produto e manutenção do preço é permitida, segundo a portaria. No entanto, a empresa precisa informar a mudança claramente e em letras de tamanho e cor destacados. Além disso, isso também seria permitido em caso de oferta de um novo produto com semelhanças com um anterior – o que poderia ser o caso do novo OMO.

Procon Paraná

Cláudia Silvano, diretora do Procon Paraná, afirma que soube do problema via redes sociais e vai pedir explicações a Unilever. “O Procon Paraná vai notificar o fabricante para explicar o que significa essa comunicação na embalagem. Particularmente, penso que esse tipo de informação que o produto tem o mesmo rendimento de um quilo é bem audacioso. É preciso comprovar”, informa. Silvano falou sobre o assunto em um vídeo feito a pedido da CM. Assista abaixo!

O outro lado

A reportagem entrou em contato com a Unilever, detentora da marca, para falar sobre a comunicação “800 gramas = 1 quilo”. Em nota, a empresa informou que o novo produto possui nova fórmula e que seria mais eficiente que o produto anterior.

“OMO lançou a linha OMO Lavagem Perfeita em março de 2019 substituindo o OMO Multiação, trazendo uma nova fórmula com performance superior, com ativos concentrados que o tornam muito mais poderoso. Antes, 1kg de OMO Multiação rendia 10 lavagens utilizando 2/3 de um copo americano para uma máquina cheia (de até 8kg). Agora, 800gr do novo OMO também rende 10 lavagens, pois a dosagem a ser utilizada diminuiu por conta do ativo concentrado, sendo necessário utilizar somente ½  xícara de chá para uma máquina cheia (de até 11kg). Como o rendimento continua o mesmo (10 lavagens), a marca manteve o mesmo preço do produto e reduziu o peso sem comprometer o rendimento. A mesma lógica vale para a embalagem de 1,6kg que substituiu o OMO Multiação de 2kg”.

Dentro da lei

Além disso, segundo a nota, a empresa cumpriu todas as legislações referentes ao tema. “É importante ressaltar que toda a mudança foi feita seguindo as normas estabelecidas pela legislação vigente e com ampla comunicação para o consumidor, tanto na embalagem como por meio de campanhas em TV e digital e atendimento no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). A mudança é parte de um amplo investimento em inovação e tecnologia da marca para desenvolver soluções cada mais eficazes para os consumidores com menor impacto ambiental”, disse a Unilever em comunicado.

Ivan Ventura

Postagens recentes

O que o setor de moda e beleza está preparando para o metaverso?

Iniciativas de grandes players do mercado já estão em estágio avançado

15 horas ago

Na Via, o varejo se transforma em ponto de experiências

Na Via, tecnologias, omnicanalidade e novos serviços impulsionam experiências e satisfação dos clientes; confira os…

16 horas ago

Tendências da Inteligência Artificial nos negócios e na sociedade

Vinte anos atrás a Inteligência Artificial (IA) era coisa de filme. Agora, ela não só…

16 horas ago

Sala Ágil: conheça uma das apostas do Bradesco para a solução de demandas com o consumidor

Durante A Era do Diálogo deste ano, Nairo Vidal, diretor e ouvidor do banco, falou…

17 horas ago

Milhares de sites olham os seus dados antes de você clicar em “enviar”

Um levantamento mostra que milhares de sites olham as informações dos usuários durante o preenchimento…

21 horas ago

Experiência do colaborador: dados aproximam gestores de liderados e aumentam produtividade

Olhar para a experiência do funcionário é essencial para entregar um produto ou serviço diferenciado…

1 dia ago

Esse website utiliza cookies.

Mais informação