Parceria inusitada: Xiaomi e Samsung se unem para produzir câmera poderosa

Até hoje, apenas o Pixel do Google conseguiu equiparar-se a câmera do iPhone. Ambos os celulares oferecem câmeras poderosas, que incluem modo retrato, melhoria de fotos tiradas durante a noite e diversas outras opções

Parece que a Apple precisa se preocupar com suas concorrentes asiáticas. Foi anunciada essa semana, a parceria entre Xiaomi e Samsung. A junção das duas gigantes da tecnologia asiática, deve-se a produção de um celular com câmera de 100 megapixels. Isso mesmo. Uma dimensão poderosa. Podemos imaginar que isso seja mais um esforço para conseguir ultrapassar a câmera das gigantes americanas Apple e Google.

E não para por aí, já tem novidade no mercado! Junto ao anúncio foi lançada a ISOCELL GW1, a câmera de celulares com 64MP. A Xiaomi garantiu que com a parceria, ela será a primeira empresa do ramo a lançar uma câmera de 100 MP.

Desafio de gigantes

Até hoje, apenas o Pixel do Google conseguiu equiparar-se a câmera do iPhone. Ambos os celulares oferecem câmeras poderosas, que incluem modo retrato, melhoria de fotos tiradas durante a noite e diversas outras opções. Além disso, apesar das tentativas, nenhuma outra marca conseguiu desenvolver celulares com câmeras que tenham uma foto limpa e com muitos detalhes como as duas companhias.

Durante o anúncio foi apresentada uma comparação entre as câmeras existente no mercado e suas resoluções. O objetivo das duas grandes empresas é oferecer a câmera criada em parceria nos próximos modelos das marcas; podemos considerar isso como um grande avanço para os celulares asiáticos.

Um dos fatores polêmicos foi o tamanho do sensor da ISOCELL GW1. Ele possui 4 cm, é 30% maior do que as lentes padrões de 48 MP. Junto com a lente é possível garantir duas tecnologias importantes. A Tetracell é a função responsável por melhorar o desempenho de fotos noturnas, com essa tecnologia é possível tirar fotos no escuro em alta resolução com 16 MP de tamanho.

Já a Isocell Plus, é a tecnologia responsável por diminuir o reflexo de luz. Junto a outra tecnologia chamada de DCG, a câmera converte a luz em sinais elétricos para adaptar a captura aos diferentes níveis de luminosidade.

Os rumores apontam que a Isocell já chegará no próximo Xiaomi MiMix 4, apesar de já possuir uma produção oficial, não houve anúncio do lançamento da lente e em quais modelos ela operará. Será que podemos esperar os mesmos preços camaradas da marca mesmo com uma câmera tão avançada?






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS