Nespresso relança linha limitada de café

Cafezinho do Brasil foi comercializado em 2016 e volta para o mercado a partir deste mês com mistura de grãos brasileiros

Por: - 3 meses atrás

café Crédito: Divulgação

Pioneira no segmento de cafés porcionados, a Nespresso relança, neste mês, a linha Cafezinho do Brasil, comercializado em 2016 com uma mistura de grãos nacionais.

Com uma receita com café do cerrado mineiro e do Espírito Santo, com nourbon de Carmo de Minas e de Poços de Caldas, a novidade vai estar à venda nas boutiques e canais dedicados à marca.

Por isso, uma equipe de Especialistas em café da Nespresso conversou com os moradores de diversas cidades do Brasil para descobrir o sabor ideal do café que o brasileiro aprecia.

Com base nas preferências locais e inspirando-se na profunda cultura cafeeira das regiões montanhosas de Minas Gerais e do Espírito Santo, o lançamento conta com grãos 100% nacionais e é caracterizado por sua intensidade e textura aveludada, com notas herbais e um toque torrado.

“O Brasil é o maior fornecedor de cafés para a Nespresso e o segundo maior bebedor do mundo. A cultura de beber café ou de chamar amigos e pessoas queridas para um cafezinho faz parte da nossa história. O relançamento de Cafezinho do Brasil vem exatamente para isso: celebrar os diversos jeitos de se tomar café nas diferentes regiões do país”, diz Marcos Djinishian, head de Marketing da Nespresso no Brasil.

A edição limitada Cafezinho do Brasil estará disponível por 10 semanas nas Boutiques, no site da Nespresso, no aplicativo e também pelo telefone 0800 7777 737. Cada cápsula será vendida por R$2,80.

Consumo

Um levantamento inédito feito pela Jacobs Douwe Egberts (JDE) – empresa detentora de marcas como Pilão e L’OR -, indica que o café é a segunda bebida mais consumida pelos brasileiros, perdendo apenas para água. A pesquisa mostra que o brasileiro consome, em média, de 3 a 4 xícaras de café por dia.

No que se refere ao tipo de café, quase 80% dos consumidores afirmam tomar a bebida no formato torrado e moído com maior frequência, contudo, outros formatos como solúvel, expresso e cappuccinos também já aparecem no radar de preferências do público.


+ SOBRE O ASSUNTO

Nespresso cria bicicleta feita a partir de cápsulas descartadas
Por que a Nespresso quer que você tome cafezinho gelado?
Cápsulas Nespresso: de onde vêm e para onde vão?