Asinhas fritas e nuggets vegetal? KFC garante que sim!

Depois de lançar o hambúrguer vegetal, rede americana anunciou nova parceria com a empresa de carne vegetal Beyond Meat

Por: - 3 semanas atrás

Nunca a população esteve tão preocupada com o bem estar dos animais como nos dias de hoje. Não à toa, o número de vegetarianos dobrou entre 2011 e 2018. Pensando nisso, o KFC também se juntou a Beyond Meat (famosa pela venda de carne vegetal) para lançar um produto sem o uso de carne animal.

A empresa anunciou o lançamento de suas populares asinhas de frango fritas e nuggets em versão veggie. A fase de testes começou em uma loja da rede em Atlanta, nos Estados Unidos, nesta semana, e a expectativa da empresa é expandir a venda de acordo com a aderência do público.

Vale lembrar que em junho deste ano, o KFC lançou seu mais novo lanche, o Imposter Burger, no Reino Unido. O sanduíche, que leva carne vegetal como substituto ao famoso frango frito, promete manter o mesmo sabor da versão original.

Em um post no lançamento do lanche, a Kentucky Fried Chicken afirmou que para a carne vegetal foi usado o Quorn, um ingrediente que se popularizou na Europa como alternativa à carne animal. “Uma vitória para as aves”, diz o post, que garante ainda que até o PETA (grupo de proteção dos direitos dos animais) aprovou.

KFC

Um movimento mundial

Além do KFC outras gigantes do setor já fizeram incursões no universo da carne vegetal. Há pouco o Subway anunciou seu novo lanche em parceria com a Beyond Meat, um sanduíche com almôndegas veganas.

Já o Burger King começou a comercializar a versão veggie do Impossible Whopper – seu hambúrguer mais famoso.

No Brasil, o Futuro Burger começou a ser vendido nas lojas da rede Pão de Açúcar no mês de maio e também foi inserido no cardápio das cinco unidades da Lanchonete da Cidade, em São Paulo.

O hambúrguer vegetal foi produzido pela startup brasileira Fazenda Futuro e tem cheiro e textura de carne. No entanto é feito à base de proteínas vegetais, como ervilha, grão de bico e a soja. Além disso, a beterraba é quem dá a cara de “carne mal passada” ao produto, que ainda é livre de transgênicos e glúten.

O consumo da carne vem sofrendo quedas constantes, principalmente nos últimos cinco anos. O número de vegetarianos e veganos no Brasil, por exemplo, dobrou entre 2011 e 2018. No ano passado, 14% dos brasileiros se declararam vegetarianos, o que equivale a quase 30 milhões de pessoas, segundo pesquisa do Instituto Ibope. Já nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, o percentual sobe para 16%.


+ SOBRE O ASSUNTO

Leite à base de repolho e abacaxi: a próxima promessa da NotCo
Latinos buscam ingredientes mais saudáveis na hora de comprar produtos
Ovo vegetal? Conheça o produto criado para substituir o ovo comum
Alimentação feita com dados: por que não?