Programa de fidelidade da Uber chega ao Brasil

A partir de agora será possível acumular pontos e trocar por descontos ou conseguir vantagens nas corridas da Uber. Entenda como funciona

Por: - 3 meses atrás

Uber Foto Shutterstock

A Uber acaba de anunciar a chegada da função Rewards no Brasil. Com o programa de fidelidade, será possível acumular pontos e trocar por descontos ou conseguir vantagens nas corridas.

O programa começou a ser testado nesta quarta-feira (28) em Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Natal, Brasília, Goiânia, Vitória, Santos, São José dos Campos e Florianópolis. Apenas usuários convidados terão acesso à funcionalidade na primeira fase.

O Rewards vale também para as caronas e entrega de alimentos via Uber Eats. Os pontos são acumulados conforme o valor das corridas e cada real gasto nas categorias UberX, Uber Juntos e Uber Eats vale um ponto. Uber Black e Uber Select terão pontuação dobrada.

Os usuários serão divididos em quatro níveis: Azul – nível de entrada –, Ouro – acima de 400 pontos –, Platina – a partir de 1.500 pontos – e Diamante – acima de 4.000 pontos.

Uber

Foto Shutterstock

A Uber vai considerar os gastos dos seis meses anteriores à entrada do usuário no sistema de ponto. Ou seja, um usuário pode entrar no sistema já nas categorias mais altas.

Os benefícios do programa incluem viagens VIP com motoristas parceiros, entregas grátis no Uber Eats, atendimento prioritário no suporte, estabilidade de preço (para fugir da tarifa dinâmica) e prioridade nas viagens em aeroportos.

Em levantamento de 2018 a Uber já registrava cerca de 600 mil motoristas cadastrados no Brasil. Além disso, o país é o segundo principal mercado da empresa de mobilidade no mundo e São Paulo figura entre as quatro regiões metropolitanas responsáveis por 25% do faturamento da Uber.


+ SOBRE A UBER

Cidades inteligentes: dados e tecnologia a favor da mobilidade
As novas tecnologias serão capazes de consertar o problema crônico da mobilidade no Brasil?
Apps de carona: os novos desafios da mobilidade
Procon notifica empresa após proibição de cão-guia em veículo