Conexão com o divino: Natura completa 50 anos com exposição em São Paulo

Marca brasileira fundada em 1969 comemora meio século de existência com ações especiais. Mostra está instalada na planta da empresa em Cajamar

Por: - 2 meses atrás

natura Crédito: Divulgação

“Conexão com o divino”. É assim que Luiz Seabra, um dos criadores da Natura, define o ideal da empresa. Fundada em 1969, a multinacional brasileira de cosméticos comemora 50 anos com uma exposição especial, inaugurada na sexta-feira (30), na planta de Cajamar, Região Metropolitana de São Paulo (SP).

A marca, com mais 1,7 milhão de consultoras espalhadas pelo Brasil, teve sua primeira loja aberta por Luiz na rua Oscar Freire. Durante evento de apresentação da mostra para jornalistas, o executivo comentou sobre seus ideais e objetivos na criação da marca e o conceito dos produtos.

Com o objetivo de desenvolver novos produtos com características artesanais, Luiz buscava clientes em frente à loja física, com atendimento direto.

“Acredito que a vida é um encadeamento de relações, em que tudo é interdependente. Nossas escolhas buscam desenvolvimento sustentável, a beleza livre de estereótipos e o poder das relações. As emoções e a conexão com o divino são o que a cosmética pode trazer, uma melhor relação de mente e corpo para a pessoa se sentir melhor no mundo”, afirma Luiz.

Em comemoração ao aniversário, a Natura promoveu diversas ações, como o lançamento da nova estratégia de comunicação: “O mundo fica mais bonito com você”.

LEIA TAMBÉM

Empresas sustentáveis: o que podemos aprender com elas?

O movimento questiona o papel da marca e o que a empresa pode trazer para melhorar o mundo. A iniciativa faz parte do posicionamento da marca em determinadas causas, como a proteção ao meio ambiente, promoção da diversidade, inclusão e sustentabilidade.

Dividida em três fases, a ação irá mostrar as atividades da marca internacionalmente, destacar o que cada um pode fazer por um mundo melhor e incentivar a união pela mudança.

Pedro Passos, conselheiro e cofundador da Natura, destaca a planta da fábrica da Natura em Cajamar em um terreno desafiador para esse tipo de construção, com a presença de uma antiga linha férrea e terrenos irregulares. A unidade foi inaugurada em 2001.

“O jeito que ela integra natureza, tecnologia, acolhimento e transparência só reforçam mais o espírito e os valores da Natura”, comenta Pedro, engenheiro e um dos consultores da empresa.

Guilherme Leal, copresidente da Natura, ressalta a integração entre inovação, tecnologia e propósito da produção da marca.

“Nós somos um coletivo, somos uma obra coletiva. Nada fala mais ou sintetiza mais a Natura do que o lema ‘bem estar bem’. Você não vai mudar o mundo, tornar a sociedade mais inclusiva e cuidar do planeta se você não cuidar da sua própria essência. Precisamos nos conhecer, percorrer o caminho de satisfação pessoal e de conexão com o mundo”, diz.

Conceito da Mostra

Desenvolvida e idealizada pelo curador Marcelo Dantas, a exposição em homenagem aos 50 anos da multinacional mistura os produtos da marca com a ideia de rede, defendida e presente na história da empresa, segundo o artista.

Com cordas, balanços e redes, Dantas conta que a ideia surgiu após a primeira reunião com executivos da Natura.

“Você não constrói uma empresa sem relações, sem ética e sem força das conexões. É isso que a exposição traz, a ideia da rede, da conexão e da ousadia”, completa.


+ SOBRE A NATURA

Natura anuncia inovação e empoderamento do consumidor após compra da Avon
Natura, Renner, Itaú e B3 firmam compromisso com o clima
Casa Natura Musical estreia plataforma de arte digital gratuita