Cartão de crédito carbono

Cartão de crédito monitora a quantidade de carbono

A empresa sueca Doconomy em parceria com a Mastercard lançou um novo modelo de cartão que monitora a quantidade de carbono de seus clientes e corta seus gastos quando atingem um limite máximo

Foto: Mastercard

Ter controle do que se gasta é essencial, mas ter controle com um viés sustentável é melhor ainda. Afinal, tudo o que colocamos em nosso carrinho de compras tem um custo ambiental. Pensando nisso, a empresa sueca Doconomy em parceria com a Mastercard lançou um novo modelo de cartão que monitora a quantidade de carbono de seus clientes e corta seus gastos quando atingem um limite máximo.

Comprando com sustentabilidade

O cartão rastreia as emissões de CO2 vinculadas às compras para calcular o impacto de carbono de cada transação. O produto é feito de materiais de origem biológica e impresso com tinta fabricada com carbono reciclado de uma maneira que não polui o ar.
“Trata-se de ativar o ativismo financeiro para um estilo de vida mais sustentável”, diz Matias Wikström, um dos fundadores da Doconomy.
O cartão usa dados da Thomson Reuters e da Sustainalytica – empresa com sede em Amsterdã que classifica as empresas com base na sustentabilidade – para medir o impacto climático de cada compra.
Os usuários podem definir um valor máximo para seus gastos com carbono e aprender a compensar sua pegada de carbono, contribuindo para reduzir ou remover as emissões de gases de efeito estufa.

Pequenas mudanças que valem muito

A atitude se concentra no combate às mudanças climáticas e permite que os usuários rastreiem, entendam e assumam a responsabilidade por sua pegada de carbono. O objetivo é incentivar as pessoas a reduzir ativamente seu uso de carbono e demonstrar o impacto positivo que pequenas mudanças podem ter no meio ambiente.  “Você escolherá entre dois produtos diferentes com base no impacto, e não no preço, o que é um grande passo”, diz Johan Pihl, co-fundador da Doconomy.


+ CONSUMO CONSCIENTE

Você sabe os perigos dos rótulos dos alimentos?
Empresa mexicana lança canudos e talheres feitos de abacate
Microplásticos estão presentes na água potável, segundo OMS

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS
Cartão de crédito carbono