5 coisas que você precisa saber na hora de contratar a Geração Z

Eles estão chegando! Os Centennials possuem características únicas que podem transformar o mercado de trabalho

Por: - 4 semanas atrás

Geração Z Crédito: Foto de Brooke Cagle no Unsplash

A Geração Z está começando a ingressar no mercado de trabalho e como as anteriores possui características únicas. São tecnologicamente experientes, flexíveis e tendem a aprender coisas sozinhos com muita rapidez.

Desde a infância, os Centennials experimentam uma agenda lotada, vão da escola às aulas de inglês, música e esporte. Tudo isso resultou em currículos impressionantes e completos para pouca idade.

Além do mais, é uma geração que valoriza a independência financeira, é autêntica e criativa, o que os deixa com aptidões nativamente empreendedoras.

Segundo uma pesquisa da GEM Brasil 2018 (Global Entrepreneur Monitor), 22,2% desses jovens fazem parte do grupo de empreendedores iniciais no Brasil.

Pensando em maneiras de obter vantagens sobre todas essas características e te ajudar a criar uma força de trabalho capaz de executar com sucesso os objetivos da sua empresa, listamos 5 coisas que você precisa saber antes de contratar a nova Geração Z:

1) Para eles a tecnologia é tão natural quanto respirar

Antes mesmo de serem alfabetizados, os Centennials já utilizavam seus dispositivos de tecnologia. Fora que uma coisa é fato: essa tecnologia é cada vez mais móvel.

Para eles o termo “nuvem” não é mais só um fenômeno da natureza que origina a chuva, é um modelo de armazenamento que justifica o funcionamento do mundo. Antigas tecnologias como o DVD, rádio e telefone fixo são praticamente relíquias e podem ser todas aglomeradas em um pequeno smartphone, por exemplo.

2) Várias tarefas podem, sim, serem executadas ao mesmo tempo

A geração Z está acostumada a receber a todo momento uma ampla gama de estímulos. São inundados por informações, aplicativos, softwares e sites. Essa mudança repentina de acontecimentos faz com que desenvolvam cada vez mais a habilidade de executar diversas atividades ao mesmo tempo.

Essa característica pode ser uma faca de dois gumes: ao mesmo tempo que cria versatilidade, tem um custo alto que é o baixo foco e concentração.

3) Não gostam de escritórios

Eles esperam oportunidades mais flexíveis e abominam a ideia de estarem ancorados o dia todo a uma mesa de escritório. Uma pesquisa realizada pela Citrix.com apontou que 40% dos profissionais não aceitariam um emprego se ele não oferecesse opções de trabalho flexíveis.

Isso não significa trabalhar na praia, mas sim estar fora de um ambiente de trabalho muito tradicional. No estudo, essa preferência na hora de buscar um emprego foi ainda maior entre os trabalhadores da geração Z.

4) São bons em trabalho de equipe

Os Centennials são altamente sociais, buscam o compartilhamento de ideias e não gostam de trabalhar sozinhos. Preferem resolver problemas de forma colaborativa, tanto no local de trabalho, quanto na vida pessoal.

5) Praticidade é o lema

Para essa geração a resposta para qualquer coisa sempre veio com alguns cliques na internet. Eles esperam que as coisas sejam simples e eficientes no trabalho. Desta forma, quanto mais as interações, tarefas e ideias forem digitalizadas e entregues em seu dispositivo preferido, melhor.


+ GERAÇÃO Z

Geração Z: o que temos a aprender com a primeira geração realmente digital?

Geração Z: 47% dos jovens não controlam suas finanças, diz pesquisa

Fortnite: entenda a obsessão da Geração Z