Por enquanto, os hambúrgueres estarão disponíveis apenas no Canadá

McDonald's testa novo sanduíche à base de plantas

Por enquanto, os hambúrgueres estarão disponíveis apenas no Canadá. Essa é a primeira iniciativa de hambúrguer de proteína vegetal produzido pela rede

O McDonald’s está ganhando espaço dentro do universo do vegetarianismo.  Tanto é que a rede decidiu lançar um o novo sanduíche à base de plantas e realizará um teste de 12 semanas do lanche em 28 restaurantes no sudoeste de Ontário, no Canadá, a partir de 30 de setembro.
Chamado PLT, o novo sanduíche é composto por planta, alface e tomate. “Estamos entusiasmados para ouvir o que os clientes adoraram o PLT, para ajudar os mercados globais a terem uma compreensão maior do que é melhor para os consumidores”, afirma Ann WahlgrenVP de estratégia global do McDonald’s, em um comunicado à imprensa.
Por enquanto, os hambúrgueres estarão disponíveis apenas no Canadá. O produto será comercializado por US $ 6,49 CAD, mais impostos.

Rede de fast food garante sabor

No Brasil, o McDonald’s tem um sanduíche chamado McVeggie, no entanto ele não tenta imitar carne e é composto por queijo coalho empanado no lugar do hambúrguer. A nova proposta promete grande sabor com um hambúrguer de proteína vegetal.
“O McDonald’s PLT é um hambúrguer à base de plantas delicioso, suculento e perfeitamente vestido sobre um pão quente, macio e gergelim com o icônico sabor do McDonald’s que os clientes adoraram. Apresentamos um hambúrguer à base de plantas, sem cores artificiais, sabores artificiais ou conservantes artificiais; é um sanduíche de excelente sabor”, ressalta a empresa.
Essa é a primeira iniciativa de hambúrguer de proteína vegetal produzido pelo McDonald’s na América do Norte, mas a rede já oferece opções do tipo na Europa. Na Alemanha, a varejista vende o Big Vegan TS, produzido pela Nestlé. Outras redes com o Burger King e o Bob’s já oferecem os sanduíches com hambúrguer de proteína vegetal há algum tempo.

Qual a importância de testar o hambúrguer ?

Há décadas no mundo alimentício, a empresa se preocupa com a experiência do consumidor. “Estamos sempre ouvindo nossos clientes e sempre inovando. É um trabalho de sorte da minha equipe acompanhar de perto as tendências de alimentos no mercado e entender o que os consumidores procuram quando comem fora – seja para novos sabores, conveniência ou valor”, explica Wahlgren.
Um dos motivos que incentivou o teste foi o interesse do cliente pelas opções vegetarianas. De acordo com a empresa , o fato despertou curiosidade. “Ficamos de olho nessa tendência emergente e agora estamos prontos para aprender mais executando um teste em um de nossos mercados”, disse  Wahlgren.
Por que começar apenas um pequeno teste? A rede firma que estão em modo de aprendizado e, portanto, a etapa é importante para o seu desenvolvimento.
“Temos um histórico de inovação e trazemos novos gostos para nossos clientes, mas nunca perdemos de vista nosso negócio principal e permanecemos focados a laser na administração de ótimos restaurantes. Dia após dia, estamos comprometidos em servir a deliciosa comida que nossos clientes conhecem e amam, pelo valor e velocidade que esperam, de uma maneira que somente o McDonald’s pode oferecer”, finaliza Ann Wahlgren.

Uma tendência crescente

O vegetarianismo vem ganhando força no Brasil. O número de pessoas que decidiram cortar as carnes do cardápio cresceu 100% em apenas seis anos em regiões metropolitanas. Uma pesquisa do IBOPE Inteligência mostrou que quase 30 milhões de brasileiros dizem ser vegetarianos. O número é maior que a soma das populações da Austrália e Nova Zelândia.
O levantamento mostrou que o número de adeptos nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Recife dobrou desde 2012. Nestes locais, 8% da população era vegetariana. Hoje, 16% dos moradores destas regiões têm o hábito de não incluir nenhum tipo de carne nas refeições.
 


LEIA MAIS 

McDonald’s disponibiliza pagamento por QR code

Brasileiros estão entre os maiores consumidores de fast-food do mundo

12 façanhas dos fast food para te fazer comer mesmo sem fome

Alimentação feita com dados: por que não?

Leite à base de repolho e abacaxi: a próxima promessa da NotCo


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS
Por enquanto, os hambúrgueres estarão disponíveis apenas no Canadá