Youtube é a plataforma mais usada, mas desagrada pelos anúncios

Segundo estudo, rede social aparece como umas das preferidas dos internautas. Facebook e Instagram aparecem na sequência

Por: - 2 semanas atrás

Youtube Shutterstock

Conhecida mundialmente como a plataforma que mais possui vídeos disponíveis, o Youtube vem demonstrando um crescimento considerável nos últimos anos, especialmente entre os brasileiros.

Uma pesquisa realizada com 1.943 usuários por chatbotcom 86 entrevistados pelo Instituto QualiBest, pioneiro no segmento de pesquisa digital no Brasil, mostra que em 2016 a plataforma era acessada por 82% dos usuários, sendo que atualmente é usada por 93%.

Os preferidos dos conectados

Segundo o estudo, ainda é possível ver que o Youtube aparece como preferido de 23% dos internautas brasileiros. Sendo que destes, 52% dizem que acessam a plataforma para se manterem informados e atualizados.

O Facebook está lado a lado com a plataforma de vídeos, sendo usado por 92% dos usuários. Fundada por Mark Zuckerberg, a rede é o canal preferido de 35% dos internautas.

Apesar de ser uma das redes sociais que mais faz sucesso na atualidade, o Instagram aparece em terceiro lugar no estudo entre as redes sociais mais utilizadas.

Com um crescimento acelerado nos últimos anos, os dados mostram que antes 59% dos usuários brasileiros usufruíam da rede fotográfica, enquanto hoje 83% estão ligados ao veículo. Em comparação as outras, a rede se sobressai como a preferida de 36% dos usuários.

Relação com as marcas nas mídias

facebook

Crédito: Unsplash

Atualmente muitas instituições fazem divulgação de seu trabalho através das redes sociais. De acordo com a pesquisa, cerca de 80% dos usuários seguem perfis de empresas e marcas, e 78% aceitam ser seguidos por elas no Facebook.

Já no Instagram, este cenário aparece maior: 89% dos usuários seguem perfis de marcas — entre as pessoas de 20 a 29 anos, o número sobe para 97% — sendo que 88% aceitam ser seguidos por marcas e pessoas que querem divulgar seu trabalho na rede social.


“Esses números mostram que vale a pena divulgar a marca nas mídias sociais, especialmente se contar com o uso de artistas, pessoas públicas e famosas, uma vez que a maioria dos entrevistados, especialmente no Instagram, seguem perfis de celebridades. Além disso, o estudo mostrou que, para parte dos entrevistados, as propagandas nas redes sociais são uma forma de se manterem atualizados”.

Daniela Daud Malouf
Diretora Geral do Instituto QualiBest


Publicidades nas mídias sociais: até que ponto ajudam?

Em meio ao cenário digital, as mídias digitais viraram uma mistura de entretenimento, conteúdo informativo e plataforma para o e-commerce.

Quando se fala em publicidade, algumas redes parecem pecar na quantidade de conteúdo. Segundo o estudo da QualiBest, apesar de ser um dos sites mais querido, o Youtube produz as propagandas mais indesejadas, 74% dos entrevistados dizem odiar os anúncios, principalmente os que aparecem no meio dos vídeos.

Dos participantes apenas 39% concordam que as propagandas nas mídias são uma forma eficiente para se manterem atualizados sobre lançamentos ou divulgações. Especialmente sobre o Facebook, 43% afirmaram que os anúncios são interessantes.

Posto que, 62% dos entrevistados alegaram que já fizeram alguma compra partir das redes sociais.


LEIA MAIS 

Facebook lança serviço de streaming com realidade aumentada

Facebook também testa retirada dos likes

Influência positiva: o papel do YouTuber no engajamento da marca