Banco Inter e Uber discutem parceria financeira

Tentativas querem impulsionar e reforçar os negócios do Banco Inter no Brasil

Crédito: Shutterstock

O Banco Inter e o Uber estão negociando uma parceria na área de serviços financeiros que pode resultar na integração de um movimento que demonstra a intenção do grupo japonês SoftBank de reforçar seus negócios na América Latina.
O SoftBank já é acionista do Uber e neste ano adquiriu 15% da participação do Banco Inter. Mesmo que o investimento na plataforma de transporte tenha sido nos EUA, a possível parceria financeira, se concretizada, significaria o primeiro passo para o avanço das estratégias no mercado brasileiro. Uma das grandes propostas do SoftBank é criar um ecossistema de serviços por aplicativo.
Até o momento, os principais investimentos realizados pela corporação japonesa no país, além do Inter, estão na Gympass, Quinto Andar, Rappi e na Creditas.
Segundo a Agência Reuters os principais alvos do acordo seriam os motoristas do Uber e os mais de 3 milhões de clientes do banco. Entre os objetivos da ação está o aquecimento e o estímulo dos negócios do Inter no Brasil, que é o segundo maior mercado do aplicativo de transporte no mundo, só perdendo para os Estados Unidos.

VOCÊ VIU? Uber faz acordo e adquire participação no mercado de entregas de supermercado

As vantagens do acordo entre as empresas se concentram nos processos de gestão financeira, por exemplo, a entrega de serviços bancários completos do Banco Inter para o Uber que acarretaria no recebimento imediato em conta das corridas. Outro benefício seria a eliminação do custo das tarifas de cartão de crédito quando o passageiro pagasse através da sua conta Inter.
Esse pode ser só o começo de uma série de ações no ramo da SoftBank no Brasil, já que é uma tendência das prestadoras de serviços e varejistas oferecerem soluções financeiras para conquistar clientes.
O grupo japonês anunciou em março um fundo de US$ 5 bilhões para investir na América Latina. No mesmo segmento, o Uber fechou uma parceria no México com o banco espanhol BBVA para lançar um cartão de débito para os motoristas, onde eles não tenham que pagar comissão pelo seu uso.


+ INOVAÇÕES BANCÁRIAS

Como o speech analytics mudou o SAC do banco Votorantim

Itaú Digital Lab: a ferramenta do banco para ouvir continuamente seus clientes

Banco Original lança plataforma digital focada no microempreendedor







ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS