Millennials: a geração que prefere viajar a ter filhos e tem medo de não se aposentar

Quando perguntados sobre o que é ser bem sucedidos, a maioria aponta para as questões financeiras, mesmo temendo não saber guardar dinheiro para o futuro

Shutterstock

Ter filhos? Comprar uma casa? Ter segurança no trabalho? Muitas das prioridades das gerações anteriores não são prioridades dos Millennials. Os jovens que hoje tem entre 24 e 38 anos preferem viajar, ser financeiramente independentes e têm medo de não conseguir se aposentar. Foi o que dois estudos divulgados em outubro pela consultoria americana Spectrem demonstraram.
O perfil dos Millennials entrevistados é de alta renda (ganham cerca de US$ 8.300/mês), já saíram da universidade há algum tempo e têm carreiras consolidadas.
Quando questionados sobre o que é ter uma vida bem sucedida, a maioria esmagadora respondeu ser financeiramente independente (70%) e ter estabilidade financeira (68%).
Embora ter um relacionamento ou se casar tenha sido o quarto item mais citado pelos entrevistados (54%), formar uma família vem depois de objetivos como realizar atividades de lazer, que inclui fazer viagens (45%).
Quando separados por idade e gênero, as porcentagens variam um pouco. No caso dos Millennials mais jovens de até 30 anos, o sucesso financeiro é menos visado do que, por exemplo, trabalhar na área que gosta – desejo que ocupou a última posição (38%), logo atrás de ter segurança no trabalho (40%).

A terceira resposta mais citada pelos Millennials – se aposentar quando quiser (56%) – foi, na verdade, a que mais chamou  atenção.
Uma segunda pesquisa realizada pela Spectrem, que buscou entender como é que a geração se prepara para a aposentadoria revelou que o cobiçado desejo é também um dos maiores medos desses jovens.
Em particular, os que têm entre 30 e 34 anos, temem ter que trabalhar para sempre, porque não se consideram aptos a economizar o suficiente para se aposentar.

Os resultados demonstram que a geração mais afetada pelo medo da aposentadoria é a mesma que concluiu o ensino superior nos idos da crise, quando as contratações em muitos setores estavam em decadência.
Esses mesmo jovens também estão muito mais propensos a trabalhar em um emprego que não gostam do que seus colegas mais novos ou mais velhos.


+ MILLENNIALS

Aplicativos e jogos mais baixados pelos Millennials

Como as gerações se relacionam com a tecnologia?

8 em cada 10 Millennials preferem alugar ao invés de comprar um imóvel

Millennials: 95% dizem sofrer com Burnout

Terapeuta revela principal angústia dos Millennials


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS