Nest Mini traz Google Assistente para as casas brasileiras

O Google finalmente lançou mais um gadget por aqui! O Nest Mini chega como o primeiro dispositivo smart home da empresa no país

A chegada do Echo da Amazon no Brasil tem dado o que falar. Tanto que fizemos um teste recente da Alexa em português para conferir o desempenho do dispositivo em sua versão brasileira. Agora é a vez do dispositivo de voz do Google aterrissar por aqui. A empresa trouxe ao país o Nest Mini, a versão mais barata da linha Nest. O smartspeaker tem o preço sugerido de R$ 349,00. Mas afinal, como ele funciona?

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

Nest Mini na prática

O dispositivo não traz grandes novidades. Assim como o Echo, se integra com mais facilidade à gadgets nativos. Mas por aqui, só temos o Chromecast. De qualquer forma, muitas funções são possíveis pelo aplicativo Google Home, que pode ser instalado em qualquer smartphone.
Nele você escuta notícias, reproduz músicas do seu serviço de streaming favorito e integra sua casa no modelo smarthome. Em suma, sua vantagem sobre o Echo Dot da Amazon é o tamanho. O Nest Mini é menor e possui a mesma capacidade de som.
Outro highlight do produto é o design e sua possibilidade de alocação na casa. Dá para pendurá-lo na parede com o suporte de fixação já integrado. Além disso, seu revestimento é feito com tecido de garrafas plásticas recicladas.
É fácil encontrar o novo gadget do Google em revendedoras nacionais com uma rápida pesquisa no buscador. No site oficial há uma lista de espera para a compra do produto. Será que está tão concorrido assim? Visite a página oficial.

Por quê só agora?

Apesar de lá fora uma linha completa dos dispositivos de voz do Google já estar disponível, é normal que no Brasil as novidades demorem um pouco para chegar. Para se ter ideia a Amazon, por exemplo, trouxe apenas 3 versões do Echo para o país e o Fire Stick só está disponível por aqui em sua primeira versão.
O Pixel, smartphone do Google, também sempre demora para dar as caras por aqui e sua distribuição no país é muito limitada. Ainda não há uma justificativa oficial que nos faça entender o porquê de dispositivos resumidamente simples demorem tanto para chegar por aqui.
No caso do Google não há uma razão como a da Amazon: adaptar a assistente para um novo idioma. Desde 2017, a Google Assistente já fala português e opera nos smartphones Android sem nenhuma dificuldade.


VEJA MAIS

Alexa e Siri poderão funcionar juntas?


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS