Airbnb anuncia parceria com COI para Jogos Olímpicos até 2028

Entre os objetivos da parceria estão fornecer opções de viagem que sejam mais econômicas e que aumentem a inclusão social, incluindo benefícios para atletas refugiados

O Airbnb anunciou uma parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos Olímpicos durante os próximos 9 anos. O contrato já inclui as Olimpíadas de 2020 em Tóquio, além das próximas 5 edições do evento: os jogos de verão e inverno de Pequim 2022, Paris 2024, Milão 2026 e LA 2028.
O acordo surge com o intuito de ajudar a reduzir os custos da realização do evento se alinhando aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.
“Esta parceria inovadora sustenta a estratégia de garantir que a realização dos Jogos Olímpicos seja sustentável e deixe um legado para a comunidade anfitriã”, afirma Thomas Bach, presidente do COI.
Entre os objetivos estão fornecer opções de viagem que sejam mais econômicas e que aumentem a inclusão social pelo mundo.
“O Airbnb e o COI têm um histórico robusto de organizar e receber os maiores eventos do mundo. Nossa parceria olímpica garantirá que os Jogos sejam os mais inclusivos, acessíveis e sustentáveis que já tivemos, e deixará um legado positivo duradouro para atletas e comunidades anfitriãs”, afirma Joe Gebbia , cofundador do Airbnb.
O Airbnb também expôs que se sente contente em fechar a parceria e afirma que vai beneficiar o espírito dos jogos  pelo mundo.
“A missão do Airbnb é criar um mundo em que a sua casa seja em qualquer lugar, e estamos orgulhosos de que o espírito olímpico seja transmitido por nossa comunidade”, acrescenta Joe Gebbia.


“Com a ajuda do Airbnb, também criaremos novas oportunidades para atletas de todo o mundo desenvolverem seus próprios fluxos de receita através da promoção da atividade física e dos valores olímpicos. A partir dessa parceria, atletas se beneficiarão diretamente, além dos US $ 5 bilhões que o COI está distribuindo nesta Olimpíada para Comitês Organizadores e organizações de esporte no mundo todo”.

Thomas Bach


Experiências Olímpicas do Airbnb

Crédito: Shutterstock


Em conjunto as empresas ainda vão lançar no início de 2020 as “Experiências Olímpicas do Airbnb”com oportunidades únicas para os envolvidos no evento.
Através do site Atleta 365, os atletas também podem acessar conteúdos exclusivos e ver as orientações para se tornarem anfitriões na plataforma de Experiências.
“Em nome da Comissão de Atletas, estou entusiasmada com nossa nova parceria global com o Airbnb, que irá beneficiar os atletas diretamente. Isso inclui oportunidades de receita ao compartilhar sua paixão por esporte por meio das Experiências Olímpicas do Airbnb, assim como suporte direto para suas necessidades de acomodação”, conta Kirsty Coventrychair da Comissão de Atletas do COI.
De acordo com o comunicado, a COI ainda vai colaborar com cerca de US$ 28 milhões em acomodações do Airbnb para os jogadores durante o período da parceria.
Nós trabalhamos para empoderar atletas no mundo todo, dentro e fora dos campos, e esse acordo é outro exemplo de como estamos apoiando e trabalhando por atletas durante suas carreiras”, acrescenta Kirsty Coventry.

Apoio para refugiados

A parceria também oferece apoio para atletas refugiados. O Airbnb já contribui com iniciativas envolvendo a causa através do Programa “Open Homes”, desde 2015, ajudando pessoas que precisam de alojamento temporário.
Como parte do acordo, agora a empresa vai ajudar no assunto junto com o COI, que possui um compromisso com o ACNUR desde 1994.
Entre os programas parceiros estão a “Equipe Olímpica de Refugiados”, criada pela COI para os Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020, e a “Fundação Olímpica para Refugiados’, criada em 2017.


LEIA MAIS 

Quanto dinheiro o Airbnb fez no primeiro trimestre?

Airbnb lança nova seção de experiências com animais

Airbnb convida hóspedes para campanha de conscientização em hospital infantil no Canadá


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS