Black Friday Aérea vai valer a pena este ano? Confira as dicas

Levantamento realizado pelo Kayak aponta que, de 2017 para 2018, o número de destinos mais procurados com promoções passou de 3 para 12

Unsplash

Está esperando a Black Friday para comprar passagens áreas, mas não tem certeza se encontrará bons preços? Trazemos boas notícias!
O Kayak, ferramenta de planejamento de viagens, fez um levantamento das duas últimas edições do evento para entender como os preços de passagens aéreas se comportaram no mês novembro e constatou que há uma tendência para a queda dos valores na Black Friday 2019.
De acordo com a pesquisa, 12 dos 15 destinos mais buscados durante o evento de 2018 apresentaram preços médios mais baixos em relação às semanas que antecediam a data:

Dados divulgados pelo Kayak


Os resultados são muito diferentes dos encontrados em 2017, onde o contrário foi visto — apenas 3 dos 15 destinos mais buscados pelos consumidores (São Paulo, Fortaleza e Orlando) — ficaram mais baratos na sexta-feira de promoções:

Dados divulgados pelo Kayak


Mesmo avaliando um cenário positivo para a edição deste ano, Eduardo Fleury, líder de operações do Kayak no Brasil, pontua que algumas companhias e agências de viagens antecipam suas promoções para o início de novembro.
“É importante que viajantes acompanhem os preços de passagens desde o início do mês para avaliar se os preços de Black Friday realmente estão em conta.”, afirma Fleury.
Também é importante reforçar que as promoções de passagens não costumam contemplar datas comemorativas e feriados do ano seguinte. Quem pretende viajar no Ano Novo ou no Carnaval, especialmente para destinos estrangeiros, deve começar a pesquisar preços com pelo menos cinco meses de antecedência.


Prepare-se

1. Tenha seu destino em mente

Se você já sabe para onde vai antes de efetuar a compra, poderá transformar sua experiência em algo mais assertivo, mirando nas ofertas que mais te interessam.

2. Use um buscador multidatas

Alguns sites oferecem buscadores onde é possível combinar até quatro datas para ida e para a volta, dessa maneira, o sistema montará diferentes combinações dentro do período desejado com as opções mais baratas.

3. Cuidado com as conexões

Alguma vezes os voos mais baratos incluem conexões longas. Se você tiver pouco tempo disponível para viajar, optar por isso pode significar tempo desperdiçado, além do inconveniente de ter que passar horas no aeroporto ou ter que gastar com hospedagem em algum hotel.

4. Não compre por impulso

Passagens aéreas não podem ser revendidas e, no caso das promocionais, têm taxas muito caras de remarcação ou cancelamento. Por isso, tome cuidado, tenha certeza que poderá viajar na época e para o destino escolhido para não perder dinheiro depois.


+ UTILIDADES AÉREAS

Latam lança aplicativo para serviço de voz Alexa, da Amazon

Gol lança robô atendente no aeroporto de Guarulhos

ANAC cria o ranking das companhias aéreas





Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS