A Black Friday chegou! E como o brasileiro se relaciona com ela?

Pesquisa se dedica a entender como a Black Friday tem caído, cada dia mais, no gosto do brasileiro, identificando o perfil dos consumidores

O grande dia é hoje e a Black Friday desse ano promete ser diferente de todas as outras já realizadas no país. Isso é fruto de um amadurecimento entre o consumidor brasileiro e dos serviços oferecidos pelos diversos canais de varejo.

Dados de uma pesquisa feita pelo Google com a consultoria Provokers evidenciam ainda mais o quadro, pela primeira vez a perspectiva das vendas online se iguala com as de compras em lojas físicas. Em um cenário marcado pelas sequelas da crise econômica — desemprego e incertezas na economia — os números apontam a consolidação da Black Friday como uma das datas comerciais mais importantes do Brasil.

Mas, para compreender todo esse potencial é preciso saber como se dá essa relação entre o brasileiro e a Black Friday. A Hello Research, agência de pesquisa de mercado e inteligência, divulgou um estudo abrangendo 75 municípios de todas as regiões brasileiras, com amostras representativas da população — homens e mulheres de todas idades e classes — que se dedica a responder exatamente isso.

Num passo a passo vamos explicar como se dá o evolvimento do brasileiro com a data:

1º passo: quem são os brasileiros que conhecem a Black Friday? 

Segundo Davi Bertoncello, CEO da Hello Research, os dados demonstram que, em 5 anos, a data entrou definitivamente para o calendário de compras do brasileiro.  85% da população já ouviu falar nela e o crescimento é gradativo ano a ano:

Ainda para Bertoncello, a polarização do conhecimento da Black Friday está em linha com a distribuição do acesso a internet no país, ou seja, é maior entre o público jovem (40 anos ou menos) e concentrada nas capitais do sudeste, que representam mais de 40% dos acessos a internet. “Para mudar este cenário, as empresas precisam dedicar parte do seu budget para outros perfis demográficos que ainda são sejam menos impactados do que os demais.”, explica.


2º passo: o que as pessoas compram?

Como já havíamos noticiado, os itens eletrônicos são os mais procurados, seguido por outras categorias como o varejo de moda.

VOCÊ VIU? Black Friday: você sabe o que seu cliente está procurando nesta data? 


3º passo: quais canais de compras os brasileiros utilizam?


4º passo: quais os sentimentos do consumidor em relação a Black Friday deste ano?

Para o CEO da Hello Research a percepção dos brasileiros em aproveitar as oportunidades da Black Friday está crescendo ano a ano, ao mesmo tempo que é nítida a cautela tomada por muitos para que não levem ‘gato por lebre’ ao apostarem na primeira oferta que tomam conhecimento.


 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS