As principais aquisições do varejo em 2019

GPA, CVS, Magazina Luiza e Netshoes foram personagens das principais aquisições do ano. Confira

Foto: Unsplash

Esse foi o ano em que a Natura se tornou a quarta maior do setor de beleza no mundo, o GPA finalmente vendeu sua participação na Via Varejo e a LVMH protagonizou a maior transação da história do varejo de luxo.

A NOVAREJO separou as 5 principais aquisições envolvendo varejistas de 2019. Confira:

1. Raia Drogasil x Onofre – Fevereiro

Sem divulgar valores, a maior rede do varejo farmacêutico brasileiro comprou a Onofre, então operada pelo grupo americano CVS.

A motivação para a venda, de acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, teria sido a dificuldade de ganhar escala em pontos de venda  atritos com os antigos controladores da Onofre, a família Arede.

Leia mais: Raia Drogasil compra a Onofre e tira CVS do Brasil


2. Natura x Avon – Maio

Também sem revelar valores, a Natura comprou a norte-americana Avon depois de meses de negociações. Com a transação, a empresa brasileira se tornou a quarta maior do mundo no setor de beleza.

Leia mais: Natura compra Avon e se torna a quarta maior do mundo


3. Magazine Luiza x Netshoes – Junho

No fim de abril a Netshoes anunciou a venda de sua operação no Brasil para o Magazine Luiza, no mesmo dia em que vendeu sua subsidiária na Argentina. A empresa de Luiza Helena Trajano pagaria R$ 244 milhões para ter o controle da varejistas de artigos esportivos.

Mas a tentativa do Grupo SBF, controlador da Centauro, de atravessar o negócio fez com que o Magalu precisasse desembolsar quase o dobro para ter a Netshoes. Depois de mais de um mês a negociação terminou com a aprovação do conselho da Netshoes a uma proposta de R$ 448 milhões do Magalu.

Leia mais: Magazine Luiza vence e leva a Netshoes por R$ 448 milhões


4. Michael Klein x Via Varejo – Junho

O GPA passou mais de dois anos tentando vender a Via Varejo e 2019 foi o ano em que o grupo conseguiu passar o controle da companhia. Michael Klein voltou a ser dono da Via Varejo depois de comprar R$ 100 milhões em ações da empresa e se tornar o maior acionista individual da companhia.

O Pão de Açúcar deixou de ter participação na Via Varejo e Klein tem o desafio de fazer a varejista voltar a dar lucro. Em 2018 a empresa teve prejuízo de R$ 267 milhões, mesmo depois de ter faturado R$ 30,6 bilhões.

Leia mais: Pão de Açúcar vende suas ações e Klein retoma controle da Via Varejo


5. LVMH x Tiffany – Novembro

2019 foi o ano da maior transação da história do varejo de luxo. A LVMH, dona da Louis Vuitton, comprou a Tiffany por US$ 16,7 bilhões. A aquisição representa uma grande oportunidade para penetração no segmento de joias para a LVMH.

Leia mais: LVMH compra a Tiffany na maior transação da história do varejo de luxo

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS