Saiba quais são os hábitos de consumo do público geek brasileiro

Pesquisa indica que público nerd brasileiro se concentra entre as classes B e D, e busca hábitos de vida mais saudáveis. Veja estes e outros dados divulgados pelo Instituto MindMiners

Entre os dias 5 e 8 de dezembro ocorreu a Comic Con Experience 2019, a versão brasileira da maior feira geek do mundo. Mas antes da gigante festa começar, foi apresentado ao público o Unlock CCXP, um evento de negócios voltado ao diálogo com especialistas e grandes players do mercado de entretenimento.

Durante os dois dias de Unlock CCXP, ocorreram palestras, painéis, brand experiences, masterclasses, um happy hour para networking com profissionais do segmento e a divulgação do resultado da pesquisa Geek Power 2019, que mapeou os hábitos de consumo do público geek brasileiro. (Estivemos por lá, veja como foi)

geek

Geeks do Brasil: não tão previsíveis assim

O instituto de pesquisas MindMiners, em uma parceria com a Omelete Company, realizou um estudo quantitativo e qualitativo com o público nerd nacional, com a intenção de descobrir seus estilos de vida, comportamentos e como consomem o entretenimento no dia a dia.

A análise apurou mais de 3 mil brasileiros aficionados por tecnologia, jogos eletrônicos, HQs, livros, filmes, animes ou séries.

Contudo, Otávio Juliato (CCO da Omelete Company), comentou que os hábitos deste grupo não são tão óbvios quanto parecem: muito além de consumir tecnologias, os geeks estão muito presentes nos mercados de educação, alimentos, finanças e diversão como um todo.

Um conselho do CCO, durante a divulgação do estudo, foi que as mídias tradicionais comecem a se acostumar com o crescimento deste público no país, e pensem em estratégias para se inserirem neste contexto.

geek

Dados da Pesquisa Geek Power

Gênero: 63% são homens e 37% são mulheres

Faixa etária: 38% têm até 24 anos; 40% entre 25 e 34 anos e 22% entre 35 e 54 anos

Família: 72% são solteiros e 87% não têm filhos

Renda: 12% pertencem à classe A; 30% à classe B; 28% à classe C e 30% à classe D

Educação: 5% fez mestrado ou doutorado; 56% têm ensino superior completo ou cursando e 16% têm alguma especialização

Línguas estrangeiras: 86% falam inglês e 30% espanhol

Estilo de vida: 79% estão tentando se alimentar de maneira mais equilibrada; 4% são vegetarianos; 54% praticam algum exercício físico (musculação, corrida e caminhada estão entre as preferências)

Imediatismo: 80% usam serviço de delivery pelo menos uma vez por mês, e 14% preferem refeições rápidas na correria do dia a dia

Mobilidade: 77% usam carro; 51% utilizam transporte público e 8% se locomovem por bicicleta

Finanças: 59% se interessam em desenvolver um negócio próprio; 41% tem o hábito de investir dinheiro e 6% investem em criptomoedas

Diversão: um terço tem interesse em fazer um cruzeiro durante as férias

Entretenimento e cultura: 91% acessam redes sociais todos os dias; 68% assistem TV aberta ou por assinatura pelo menos uma vez por semana; 83% leem quadrinhos e livros três vezes mais que a média brasileira; 78% acessam blogs e sites de notícias diariamente e 45% frequentam cinemas mais de duas vezes por mês

Esports: 20% assistem à streaming de Esports

Games: 62% jogam videogames; 71% jogam em consoles pelo menos uma vez por mês e 44% jogam em computadores ou notebooks

Streaming: 94% assinam serviços de streaming, como Netflix, Amazon Prime, HBO Go e outros, e 62% usam o Spotify durante a semana

Experiências: 54% já foram a algum evento nos últimos três anos (CCXP, Rock in Rio e Lollapalooza estiveram entre os mais lembrados)

Filmes: 54% assistem ficção científica; 35% aventura e 35,6% fantasia

Séries mais aguardadas pelos geeks em 2020: Stranger Things, La Casa de Papel e Falcão e o Soldado Invernal

Filmes mais aguardados pelos geeks em 2020: Mulher-Maravilha 1984, Black Widow e Os Eternos


+ NOTÍCIAS

Aplicativos e jogos mais baixados pelos Millennials
Fortnite: entenda a obsessão da Geração Z
As cifras bilionárias do Fortnite, o game queridinho dos millennials
O futuro do segmento de Esports no Brasil e no mundo
Os dez maiores fracassos de tecnologia da última década

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS