Como as gerações mais jovens estão moldando o futuro das viagens

Pesquisa mostra como a chegada da Geração Z ao mercado de trabalho vai impactar o mercado do turismo

A Geração Z, que compreende as pessoas nascidas entre meados dos anos 1990 e 2009, já tem seus membros mais velhos entrando no mercado de trabalho e, em 2020, se tornará a geração de maior representatividade no mercado consumidor. Esses jovens, que hoje têm entre dez e vinte e poucos anos, estão transformando mercados, e não poderia ser diferente em relação ao mercado de turismo.

Para entender o que impulsiona as decisões desse público na hora de planejar uma viagem, a Expedia lançou uma pesquisa que ilustra os comportamentos, atitudes e influências dos viajantes mais jovens ao redor do mundo.

De acordo com a pesquisa, a geração que cresceu com a internet e com as redes sociais se apoia nesses canais na hora de decidir sobre o destino de uma futura viagem.

Para 84% dos pesquisados, as mídias sociais podem influenciar na decisão, especialmente publicações com promoções e fotos e vídeos de viagens de amigos ou influenciadores.

O telefone celular também é um grande parceiro na hora de definir a próxima viagem. A pesquisa mostra que 68% dos Gen Z usam o celular para se inspirar sobre roteiros.

A procura por passagens e hotéis é feita pelo celular para 46% dos entrevistados, mas apenas 32% usam o telefone para efetuar as reservas de fato.

Assim como seus antecessores, os Millennials, os membros da Geração Z priorizam boas ofertas na hora de fazer uma viagem, e também buscam experiências e atividades únicas nos destinos.

Uma boa oferta é essencial para 56% dos jovens pesquisados. Por outro lado, reviews de destinos e conteúdos informativos não são tão valorizados (28% e 45%, respectivamente).

A pesquisa contou com respostas de 2.491 jovens de 18 a 23 de anos, de 11 países, incluindo Brasil, Argentina, Estados Unidos, China, Japão, Inglaterra, França, Alemanha, entre outros.

futuro das viagens

Foto Unsplash

Veja abaixo 5 fatos sobre a relação dos Millennials e Gen Z com a indústria do turismo:

Experiência acima de tudo

Os viajantes mais jovens priorizam atividades e experiências, mas o orçamento ainda pesa na hora de decidir uma viagem.


Destino: indecisão

Aproximadamente dois terços dos viajantes mais jovens estão indecisos em relação ao roteiro quando decidem fazer uma viagem. Esta é uma oportunidade para as áreas de comunicação dos destinos influenciarem a decisão por meio de publicidades relevantes.


Abertos à inspiração

A pesquisa detectou que mais de 70% dos jovens estão abertos a receber ajuda e inspiração na hora de planejar uma viagem. Redes sociais e publicidade podem influenciar a decisão, especialmente se o conteúdo for de ofertas atraentes.


Os tipos de viagem variam

Os Gen Z e Millennials estão interessados em tipos populares de viagens, como férias relaxantes ou visitas à família. No entanto, quando chegam a algum destino, buscam atividades, eventos e aventuras.


Futuros viajantes a trabalho

Os membros mais velhos da Geração Z estão entrando no mercado de trabalho e começando a fazer viagens corporativas, seguindo os passos dos Millennials. De acordo com a pesquisa, os mais jovens economizam para aproveitar oportunidades de estender viagens de negócios para o lazer.


+ NOTÍCIAS

Efeito “perrengue chique”: o que as cidades estão fazendo para conter excesso de turistas
Os destinos de viagem que devem ser tendência em 2020
5 dicas infalíveis para impactar a Geração Z
A Geração Z está matando diversos setores do mercado. E agora?

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS