Kiabi faz liquidação de estoque e encerra operações no Brasil

A marca chegou ao Brasil em 2018 para iniciar seu processo de expansão na América Latina e tinha divulgado planos de inaugurar 40 lojas no país

Unsplash

Um ano e meio depois de se instalar no Brasil, a Kiabi, marca francesa de fast fashion, afirmou que vai encerrar suas operações no país. A rede que possui duas lojas em São Paulo, no shopping Ibirapuera e no West Plaza, ficará ativa somente até o fim do mês de janeiro.

“Em um contexto internacional difícil, em que o mercado de moda tem sido impactado fortemente por crises sociais, econômicas e ambientais, a liderança da marca na França optou por consolidar suas posições de mercado e seus investimentos nos países em que está presente há mais tempo e alavancar seu crescimento nesses locais”, afirmou a empresa em comunicado.

Com mais de 500 lojas físicas em 15 países, a Kiabi apostou no Brasil para iniciar seu processo de expansão na América Latina e já tinha divulgado seus planos de chegar a 40 lojas no país em cinco anos, para competir com outras lojas como Zara, C&A, Renner e Riachuelo.

A França é o país que concentra o maior número de suas lojas, no total são 341, seguida por Espanha (54), Itália (32) e Rússia (22).

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Kiabi Brasil (@kiabibrasil) em

LIQUIDAÇÃO ATÉ O FINAL DO MÊS

Como parte do processo de encerramento, as lojas físicas estão em liquidação com 50% a partir de 2 peças compradas. A promoção segue até o dia 15 de janeiro, mas os descontos podem aumentar a partir da segunda quinzena de janeiro, próximo ao fechamento definitivo dos estabelecimentos.

Conhecida como uma das grandes marcas de fast fashion francesa, a Kiabi pertence à família bilionária Mulliez, que também é dona da e Decathlon e Leroy Merlin, ambas implantadas no tempo no Brasil há alguns anos e apresentam grandes rendimentos.

Zôdio, outra marca do grupo, chegou ao país em 2017. Sua permanência no Brasil também foi curta e teve encerramento, há poucos meses, em novembro de 2019.


+NOTÍCIAS

“A cultura brasileira combina muito com a marca”, diz diretora de marketing da Kiabi no Brasil

Kiabi inicia operação no Brasil

Fast Fashion cria moda sustentável com fibras de abacaxi e cascas de laranja


MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS