Busca por práticas sustentáveis ​​de varejo crescem entre a Geração Z

Estudo realizado pela First Insight aponta que a maioria dos consumidores esperam que as marcas hajam com mais consciência em suas produções

Um estudo recente da First Insight, realizado com mais de 1.000 consumidores norte-americanos, entrevistados em dezembro de 2019, constatou que a geração Z está tomando mais decisões de compras com base em práticas sustentáveis de varejo do que as outras gerações.

De acordo com a pesquisa, 62% dos participantes da geração Z preferem comprar de marcas sustentáveis, enquanto 54% da geração X e 44% da geração silenciosa disseram o mesmo. Já os Baby Boomers são os que estão menos preocupados com a sustentabilidade: apenas 39% da geração concorda com o posicionamento.

Embora os Baby Boomers pareçam ser os pontos fortes quando se espera práticas mais sustentáveis no varejo em geral, a pesquisa mostra que a cada geração, a sustentabilidade está se incorporando ainda mais nas decisões de compra, expôs Greg PetroCEO da First Insight.

Por outro lado, o estudo aponta que todas as gerações esperam que os varejistas e as marcas se tornem mais sustentáveis: 73% da geração Z, 78% da geração Y, 84% da geração X, 73% da geração X, 73% da geração babyboom e 68% da geração silenciosa, desejam mais consciência no comportamento das empresas.

“É incrivelmente importante que varejistas e marcas continuem seguindo as vozes de seus clientes. Com a Geração Z em vias de se tornar a maior geração de consumidores este ano, os varejistas e as marcas devem começar a sobrecarregar as práticas de sustentabilidade agora, a fim de acompanhar as expectativas em torno da sustentabilidade para os consumidores da próxima geração, seja por consignação, upcycling ou até presentear nos principais feriados”, afirma Greg Petro.

Recommerce cresce entre os consumidores

Visto como uma opção de um consumo mais sustentável, o recommerce está ganhando força em todas as gerações. Conhecido como um comércio reverso, onde acontece o processo de venda de produtos novos ou usados, a alternativa traz grandes benefícios para o consumidor e o meio ambiente, diminuindo novas produções, muitas vezes desnecessárias.

A pesquisa mostra que a geração Z (59%), a geração X (63%), a geração Y (64%) e a geração silenciosa (62%) e até os Baby Boomers (52%) estão comprando em mercados secundários.

Outro modelo sustentável que está ganhando espaço entre os consumidores é o mercado de produtos reciclados: 59% da Geração Z, 57% da geração Y, 47% da Geração X e 38% dos Baby Boomers disseram que compram produtos feitos de objetos ou materiais descartados.

Qualidade x Sustentabilidade

Por mais que os resultados sejam agradáveis, a sustentabilidade ainda não é o principal fator que influencia os consumidores a escolherem adquirir ou não um produto.

Quando perguntados sobre o que era primordial para realizar uma compra, a qualidade ficou como superior às preocupações ambientais em todas as gerações: 78% da Geração Z, 85% da geração Y, 81% da Geração X, 83% dos Baby Boomers e 70% da Geração Silenciosa classificaram a qualidade como importante.

Já as preocupações ambientais foram classificadas em segundo lugar com: 70% da geração Z, 71% da geração Y, 70% da geração X, 72% da geração Baby Boomers.

Contudo, as preocupações vão muito além do consumo pessoal na hora de presentear um ente querido. A busca por artefatos que agridem menos o meio ambiente também tem se tornado uma opção preferível: 65% da geração Z acredita que dar e receber presentes sustentáveis é extremamente importante.


+ NOTÍCIAS

Consumidor busca por varejo com marcas mais sustentáveis, diz estudo

Brechós de luxo crescem e atraem novos clientes, Millennials e Geração Z são os maiores consumidores

A Geração Z e o Varejo







MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS