Netflix: gigante do streaming tem lucro de 338% no último trimestre de 2019

A Netflix também conquistou um aumento de 20% em suas assinaturas, equivalente a 27,83 milhões de novas contas

Mesmo com o avanço das concorrentes do streaming, a Netflix alcançou um grande aumento de lucros no final de 2019. A empresa divulgou em seu balanço financeiro, que obteve um valor líquido de US$ 587 milhões, equivalente a US$ 1,34 por ação, entre outubro e dezembro do ano passado.

Os valores correspondem à um aumento de 338% em relação aos US$ 134 milhões registrados em 2018. Já a receita líquida da plataforma somou US$ 5,467 bilhões, um crescimento de 30,6% na comparação anual. De acordo com o comunicado, as estimativas para este ano são ainda melhores: US$ 5,731 bilhões, com um lucro líquido de US$ 750 milhões.

Não foi somente nos lucros que a empresa que aumentou. A Netflix também conquistou um aumento de 20% em suas assinaturas, equivalente a 27,83 milhões de novas contas no último trimestre do ano passado, fechando o ano com mais de 167 milhões de assinantes globais.

Dos números, 61 milhões são referentes ao EUA e 106 milhões das outras regiões mundiais. O relatório não mostra os valores separados para todos os países que o serviço de streaming está disponível.

Uma entrevista em vídeo sobre o assunto com o diretor executivo da Netflix, Reed Hastings, também foi disponibilizada no YouTube.

Nova sede francesa da Netflix

A Netflix inaugurou um novo escritório, localizado em Paris, no coração do 9º arrondissement. A sede francesa é o quarto escritório da gigante na Europa e reflete seus compromisso de longo prazo com a comunidade criativa francesa.

De acordo com a empresa, mais de 20 produções serão realizadas no país durante 2020.  Desde seu lançamento na França em 2014, 24 títulos franceses já foram lançados.

“É uma honra estar na França, com sua rica cultura e história de narrativas. Este escritório é um sinal de nosso compromisso de longo prazo com o país e permitirá que trabalhemos ainda mais perto da comunidade criativa francesa em grandes séries e filmes, feitos na França e vistos no mundo todo”, disse Reed Hastings, Chairman Fundador e CEO da Netflix.


Quibi: o serviço de streaming que mescla TikTok e Netflix

Netflix vai administrar icônica sala de cinema em Nova York

Netflix perde clientes antigos: aumento de preço e opções de conteúdo são motivos







ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS