O Modo Escuro dos aplicativos realmente funciona?

O Modo Escuro é o novo hype dos aplicativos. Saiba o que está por trás desta função, pode reduzir os danos ocasionados pela luz azul dos aparelhos

(Fonte: Shutterstock)

Pessoas conectadas com aplicações já devem ter ouvido falar no Modo Escuro, ou Dark Mode. A funcionalidade, que deixa a tela dos apps escuras, já existia há anos nos sistemas do Gmail, Twitter e Reddit.

Contudo, em 2019, os desenvolvedores mobile tomaram gosto pela função, que virou hype e começou a aparecer em inúmeros apps por aí.

Modo Escuro

(Fonte: Shutterstock)

Tendência crescente

O Modo Escuro altera o fundo de um app ou sistema operacional para cores escuras, como preto ou cinza, com a finalidade de aliviar a fadiga ocular.

Como serão as redes sociais no futuro?

De acordo com o Google Trends, o número de buscas pelo termo teve um enorme crescimento entre setembro e outubro de 2019. Nesse ínterim, houve a integração da função no Instagram, despertando a curiosidade dos usuários.

Modo Escuro

(Fonte: Google Trends; Edição: Flávio Pavan)

Agora, o termo recebeu um novo impulso graças à chegada do Modo Noturno ao WhatsApp, tanto para dispositivos iOS quanto Android.

Excesso de luz artificial pode causar insônia, segundo especialista

De acordo com o Dr. Gustavo Daher, endocrinologista do Hospital Albert Einstein, a iluminação dos eletrônicos é mais prejudicial à saúde do que parece.

Ele explica que os danos vão além dos problemas oculares. A iluminação azulada dos celulares ou televisores pode inibir a produção de melatonina – o hormônio do sono, programado no corpo para ser liberado à medida que a iluminação ambiente reduz.

Modo Escuro

(Fonte: Shutterstock)

A melatonina, aliás, não é exclusiva dos humanos: animais e plantas também a produzem, e é exatamente ela que faz com que os animais se recolham no final do dia. 

Quando nos expomos excessivamente à luz artificial, à noite, atrapalhamos o ciclo circadiano – o mecanismo orgânico que nos sincroniza às 24 horas do dia.

Assim, a inibição na produção de melatonina, segundo o Dr. Gustavo, causa diversos problemas, como insônia, falta de memória e sonolência diurna, além de piorar os sintomas de ansiedade e depressão.

Modo Escuro: é o bicho mesmo?

Segundo o profissional, o Modo Escuro é funcional, mas não resolve 100% do problema. 

Ele esclarece que a opção ajuda o organismo a reconhecer melhor a escuridão mas, a depender do metabolismo, pode continuar inibindo a produção hormonal. Da mesma forma, as luzes indiretas dos eReaders são menos danosas aos humanos, mas também não 100% seguras.

O ideal, segundo ele, é que as pessoas deixem de lado os eletrônicos duas horas antes de irem para a cama. Desta forma, o ciclo circadiano será fechado com melhor qualidade.

Modo Escuro

(Fonte: Shutterstock)


10 aplicativos que ajudam a cuidar da saúde mental

Aplicativos já são responsáveis por 27% das vendas online no Brasil

Conhece os Superapps? Saiba como vão revolucionar o mercado dos aplicativos

Quer diminuir o tempo gasto no celular? Mexer no display pode ajudar







ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS