Liv Up investe em plano de expansão e faz aquisição da VYA

Em entrevista exclusiva com Victor Santos, CEO da Liv Up, veja detalhes sobre a startup do ramo de alimentação que busca soluções saudáveis

Com o aumento pela busca de uma #ALIMENTAÇÃOSAUDÁVEL e consciente, novas startups estão surgindo pelo mundo. A Liv Up é uma delas. A escolha dos ingredientes e suas receitas é um dos pontos fortes em que a empresa se destaca. As refeições são 100% naturais, sem aditivos e conservantes, desenvolvidas através de uma tecnologia de ultracongelamento italiano.

Há 3 anos no mercado, a empresa brasileira que comercializa e entrega alimentos por meio de seu e-commerce, acaba de fazer sua primeira aquisição: a compra da VYA, que oferece refeições refrigeradas dentro de pontos comerciais.

A estratégia faz parte de um plano de expansão e acontece quase seis meses após uma captação de R$90 milhões da Liv Up. O objetivo da ação é acelerar o processo junto com a implantação de seu novo canal corporativo, chamado Liv Up Station.

Antes seus clientes só podiam escolher suas refeições via site e app. Agora, caso o consumidor esteja em uma das empresas onde estiver instalado o Liv Up Station, é possível comprar fisicamente.

“O Liv Up Station é um canal de vendas direto para o consumidor. O sistema possibilita a instalação em empresas de até 3 módulos com alimentos saudáveis. Entre as possibilidades estão refeições congeladas ou refrigeradas, snacks e lanches, sucos, iogurtes, chás entre outros. A compra é realizada através do aplicativo onde o pagamento pode ser feito com vários tipos de cartões, incluindo VA e VR. Uma das coisas mais interessantes é que o canal utiliza o modelo honest market que permite autonomia total pela escolha, preparo e pagamento por parte do consumidor sem a necessidade de um atendente”, explica Victor Santos, CEO da Liv Up.

De acordo com a companhia, os canais de venda corporativos devem representar cerca de 25% do faturamento atual até 2021. Vale lembrar que a VYA possui mais de 60 pontos de venda em São Paulo e será totalmente absorvida pela Liv Up ainda no primeiro semestre de 2020.

Outro objetivo da empresa é impulsionar crescimento e triplicar os números, atingindo cerca de 200 estabelecimentos até o final do ano.

 Leia a entrevista completa com o Victor Santos, CEO da Liv Up:

 A AQUISIÇÃO

CONSUMIDOR MODERNO: Há quanto tempo as negociações estavam sendo realizadas? Por qual motivo escolheram a VYA?
Victor Santos: As empresas se conhecem a mais de um ano e meio, e a integração das operações foi natural por um alinhamento muito grande de valores e complementaridade das equipes. As negociações ocorreram ao longo do segundo semestre de 2019, e, além de a VYA ter muito alinhamento com a nossa proposta, já tinha uma atuação no canal corporativo, exatamente nosso foco de escala de negócios para este ano.

CM: Qual o próximo passo?
VS: A operação já está concluída e agora as empresas iniciam o processo para integrar sistemas e detalhes produtivos. A expectativa é integrar toda a experiência dos clientes ainda no primeiro trimestre e finalizar a integração das empresas até o final do primeiro semestre de 2020.

CM:O que com o investimento? Pretendem fazer outras aquisições?
VS: A principal mudança é a aceleração do canal corporativo com um time já bastante preparado pois tem trabalhado no canal há um bom tempo. Por hora não temos outras aquisições em nosso plano, porém se surgirem boas oportunidades com empresas que compartilham dos nossos valores nós sempre estamos abertos a analisa-las. 

CM: Quais outros planos estão previstos para 2020?
VS: Em 2020, além dessa escala no canal corporativo, pretendemos expandir o portfólio para estarmos cada vez mais presentes no dia a dia dos consumidores, porém ainda não podemos abrir muito sobre isso.

 OS PRODUTOS

CM: Todos as refeições são feitas com produtos orgânicos?
VS: Atualmente grande parte dos legumes, frutas e vegetais das receitas são orgânicos (em dezembro foram mais de 80%). Hoje já é possível identificar os pratos que vão ingredientes orgânicos olhando na lista de ingredientes. Em breve, vamos publicar um sistema de identificação que vai ajudar ainda mais ao consumidor a identificar esta informação.

CM:Como acontece a parceria com os fornecedores e nutricionistas?
VS: São mais de 24 produtores parceiros de agricultura familiar fornecendo ingredientes, em sua maioria orgânicos. Em 2019 foram mais de 300 toneladas de orgânicos fornecidos através dessas parcerias.

Com nutricionistas, atuamos em várias frentes, além de manter um canal aberto onde os feedbacks desses profissionais nos ajudam a aprimorar ainda mais nossas receitas.  Trabalhamos com profissionais especialistas no desenvolvimento de algumas receitas, também estamos presentes nas principais feiras da categoria sempre tentando ser uma ferramenta que facilite o trabalho deles e que possamos participar cada dia mais deste universo, oferecendo uma solução saudável e prática, adequada ao dia a dia dos consumidores de hoje.

CONSCIENTIZAÇÃO

CM: Como é relação de vocês com a sustentabilidade?
VS: As refeições são entregues em uma sacola de pano na primeira compra e nas demais em uma sacola de plástico verde, assim como todas as nossas embalagens de congelados, o plástico verde é identificado com o selo I’M GREEN, que significa que mais de 51% do plástico é proveniente de fonte renovável (cana de açúcar). Também garantimos a compensação de 100% do plástico usado em nossas embalagens, por meio do selo da Eureciclo, que viabiliza a reciclagem equivalente junto de parceiros. Temos programas internos para redução do desperdício e em breve lançaremos um modelo de logística reversa, porém por hora não podemos abrir mais detalhes sobre.


Carrefour e Tastemade se unem para promover alimentação saudável e acessível

Alimentação saudável é moda ou inovação?

Parceria da Sodexo com aplicativo evita filas em praças de alimentação







MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS