Tendências de consumo no mercado de vinhos em 2020

Orgânico, Rosé ou espumante? Pesquisa destaca tendências para a indústria e consumidores ficarem de olho durante o ano

O vinho é uma das bebidas mais antigas e saborosas da humanidade. Feito a partir da fermentação da uva, sua composição atrai amantes pelo mundo todo. Como uma grande variedade no mercado, as opções com uvas familiares, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay e Sauvignon Blanc, costumam ser os mais pedidos no Brasil.

De acordo com uma pesquisa da Wine Intelligence, as escolhas mais tradicionais prometem continuar em alta em 2020, mas há algumas tendências que devem ganhar a preferência dos consumidores durante o ano.

OS FAMOSOS ROSÉS 

Os rosés viraram um dos queridinhos do momento e estão entre as opções mais pedidas pela população brasileira. De acordo com dados da Ideal Consulting, entre 2014 e 2018, seu consumo aumentou de um milhão de litros para mais de cinco milhões – um aumento de 278%; sendo 40% somente em 2018.

Leves, frescos e com uma harmonização versátil, os vinhos rosés não possuem corantes ou aromatizantes. Feitos na maioria das vezes com a técnica de maceração, sua cor acontece de acordo com o tempo em que o mosto fica em contato com a casca da uva.  Desta forma, seu processo de produção é bem mais rápido que os vinhos tintos e por isso sua cor fica mais rosada e clarinha.

SUSTENTÁVEIS E ORGÂNICOS

Os vinhos orgânicos simples, os biodinâmicos e os naturais, estão ganhando cada vez mais espaço entre as preferências dos consumidores. Produzidos de maneira sustentável, possuem um sistema de base ecológica muito melhor para o meio ambiente e são vistos como uma grande aposta para o futuro da indústria. De acordo com a pesquisa, além das opções mais naturais, os consumidores, principalmente da Geração Z, estão optando também por “brancos aromáticos, frescos e com baixo teor alcoólico e por tintos interessantes, com menos taninos”.

EMBALAGENS QUE FAZEM A DIFERENÇA

A embalagem também é importante. As garrafas de vinho feitas com vidros mais leves e que possuem rolhas com emissão zero de carbono prometem se destacar entre os pedidos dos consumidores durante 2020.

Outra opção que também promete aumentar são os vinhos de lata. Segundo a pesquisa, a bebida enlatada, que já faz grande sucesso no Estados Unidos, deve ganhar mais espaço no Brasil. Considerada como uma opção mais prática para algumas ocasiões, as embalagens são 100% recicláveis.

ESPUMANTES

Os espumantes também estão entre as apostas para o ano. Feitos a partir da segunda fermentação, os vinhos espumantes deixaram de ser consumidos apenas em ocasiões especiais e ficaram mais frequentes entre os pedidos dos brasileiros, resultando em um crescimento de 30% entre 2014 e 2018.  Tudo indica que a tendência promete continuar em ascensão em 2020.

 



Consumo de vinho rosé cresce entre brasileiros
Você tomaria um vinho envelhecido no espaço?
O vinho é cheio de segredos. Será por isso que os millennials gostam tanto dessa bebida?

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS