Fluxo de visitas a lojas físicas no Brasil cai em 2019

Estudo feito pela SBVC mostra que queda de visitas a Shopping Centers foi ainda maior que a média das lojas físicas em geral

Foto: Shutterstock

Um levantamento da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostrou que o fluxo de visitas a lojas físicas caiu 0,33% em todo o Brasil.

O estudo traz a variação completa da quantidade de visitantes em lojas físicas e shopping centers em 2019, mostrando o comparativo de desempenho em relação a 2018.

Fonte: Índice de Performance do Varejo / Arte: Giovana Sorroche (Grupo Padrão)

O número de pessoas que foram a shopping centers caiu ainda mais na comparação com o total geral. No ano passado, a queda no fluxo de visitantes foi de 4,30%.

Fonte: Índice de Performance do Varejo / Arte: Giovana Sorroche (Grupo Padrão)

Os dados da FX Retail Analytics mostram que as lojas de rua registraram aumento no fluxo nos últimos três meses 2019 em relação ao ano anterior. Novembro foi destaque, com crescimento de 28,4% na comparação anual.

O desempenho do varejo nos shoppings também fechou 2018 de forma positiva. Ainda que a quantidade de consumidores tenha caído 1,38% na comparação anual houve crescimento contínuo na comparação mês a mês. Em novembro o crescimento foi de 8,1% ante outubro e em dezembro o fluxo aumentou 17,8% na comparação com o mês anterior.

“Os shoppings e as lojas físicas devem incorporar ao seu escopo de atendimento ao consumidor mais experiência e contato com seus clientes. Quanto menos atrito, mais prazer e satisfação, o que resulta em possíveis compras, seja no ambiente físico ou online”, Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC)

52% dos varejistas vão aumentar investimento nas redes sociais em 2020
IKEA: o que a varejista pode nos ensinar sobre tempo e dinheiro?






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS