O que as empresas brasileiras inovadoras podem ensinar?

Ranking da revista Fast Company revela como as empresas estão superando desafios ao redor do mundo

A esperada lista das empresas mais inovadoras do mundo, publicada anualmente pela revista Fast Company, traz neste ano três companhias brasileiras. Magazine Luiza, a marca de roupas Amaro e a startup Agronow aparecem no ranking das TOP 10 empresas mais inovadoras da América Latina. Embora tenham perfis e tamanhos bem diferentes, as três empresas brasileiras têm lições a oferecer a marcas que buscam inovar em seus nichos.

Magazine Luiza

Esta é o terceiro ano seguido em que o Magazine Luiza aparece no ranking das empresas mais inovadoras da Fast Company. Em 2019, a revista destacou o investimento no Luiza Labs, com desenvolvimento de soluções de inteligência artificial em novas formas de fazer negócios online. Neste ano, a Fast Company coloca a empresa no ranking por ajudar pequenos varejistas e empreendedores individuais a comercializar seus produtos no marketplace da marca, oferecendo ferramentas para facilitar o pagamento, a entrega, o inventário, entre outros.

A revista destaca a compra da startup Softbox, que oferece um kit de ferramentas digitais para pequenos varejistas se conectarem à plataforma do Magazine Luiza. Atualmente, o Magazine Luiza agora tem mais de sete milhões de vendedores, oferecendo oito milhões de produtos no marketplace, um aumento de quatro vezes em relação a 2018.

A lição do Magazine Luiza para as marcas brasileiras é clara: é necessário investir pesadamente em tecnologia e inovação se não quiser ficar para trás. A marca, que começou como rede de lojas de varejo, hoje pode ser considerada uma empresa de tecnologia, com forte desenvolvimento interno de sistemas e produtos digitais.

Outra lição possível do caso de inovação do Magazine Luiza é a forma pela qual a empresa cresceu criando um ecossistema em que outros negócios acabam se beneficiando. Ao abrir seu marketplace para pequenas empresas, e garantir que eles tenham as ferramentas necessárias para lucrar, todos acabam ganhando.

Amaro

A Amaro é uma marca de roupas que nasceu digital, com foco no comércio eletrônico. Mas a empresa também investiu instalações físicas em São Paulo e no Rio de Janeiro que funcionam com um show room das roupas: a consumidora visita, experimenta os produtos e faz o pedido para entrega em casa.

Assim, a marca não trabalha com estoque local e todas as compras realizadas no show room são feitas pelo computador, como se fosse um e-commerce. Presente pela primeira vez no ranking das empresas mais inovadoras, a marca brasileira usa dados e logística para otimizar as operações, destaca a Fast Company.

O exemplo que a Amaro pode oferecer a outras marcas, seja de roupas ou de qualquer outro segmento, é oferecer experiências offline para converter em vendas online. Ao oferecer às clientes um espaço físico em que é possível visitar e ter contato com os produtos, a marca consegue aumentar a conexão emocional com seus consumidores.

Agronow

A Agronow é uma startup brasileira que criou uma plataforma de ciência de dados combinando informações geoespaciais e inteligência artificial para fornecer informações para a cadeia de produção do agronegócio. Com base em dados de satélite e de drones, a Agronow pode fazer análises (quase) em tempo real para entender a colheita, a semeadura, o rendimento, a área e a volatilidade.

A Fast Company destaca que a empresa é capaz de gerar insights para tomadores de decisão como bancos, bem como para empresas de seguros, auditoria, comércio e logística. A Agronow mostra que é possível usar o modelo de startup ágil, com novas tecnologias, para gerar valor e inovar em indústrias consolidadas, como o agronegócio.


4 atitudes que as empresas precisam adotar para evitar o “techlash”

ARTIGO: Por que associamos inovação à tecnologia, mas não às nossas vidas?

Pizza Hut: “Voltamos com o processo de inovação dentro da pizza”

 






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS