Home office por conta do coronavírus? Veja dicas para facilitar o trabalho remoto

Muitas empresas brasileiras estão começando a liberar seus funcionários para trabalhar de casa; quem não tem costume pode enfrentar dificuldades nesta transição

Conforme o coronavírus continua a se espalhar pelo mundo, a Organização Mundial de Saúde e outras autoridades estão recomendando o distanciamento social, ou seja, a redução de contato entre as pessoas, para reduzir a propagação do vírus de forma acelerada nas cidades.

Com isso, muitas empresas brasileiras estão começando a liberar seus funcionários para trabalhar de casa. Muitas delas nunca tiveram políticas de home office e seus funcionários estão tendo a experiência de trabalhar de forma remota pela primeira vez. Se trabalhar em casa é novidade para você, compilamos sete dicas para facilitar essa transição. Confira:

Foque no resultado, e não nas horas trabalhadas

É muito comum que as pessoas que começam a trabalhar remotamente acabam ficando muito mais horas na frente do computador. Afinal, você não precisa “ir embora” do escritório, certo? É essencial que você defina um horário para começar e encerrar o dia de trabalho, caso contrário estará sempre conectado.

Ter um horário definido para começar a trabalhar permite planejar outros momentos para lazer e tarefas domésticas. Além disso, o maior benefício do home office é poder focar tranquilamente nos resultados e entregas do seu trabalho, e não nas horas em que ficou sentado na frente do computador.

Alinhe as expectativas com o chefe e colegas

Tem o ditado que diz que “o combinado não sai caro”. Antes de iniciar uma rotina de trabalho remoto, combine as regras com seus pares, chefes e equipe. Pergunte ao seu gerente quais são as prioridades e discuta como as tarefas serão realizadas. Alinhe quais são as melhores formas de comunicação, como reuniões serão agendadas e quais entregas são esperadas de todos.

Como muitas empresas não têm a cultura do trabalho remoto, há um temor de que os funcionários vão ficar em casa relaxando, sem produzir como se estivessem no escritório. Seja 100% transparente ao comunicar a toda a equipe em quais tarefas você está concentrado e quando deve entregar os resultados. Seja qual for o seu trabalho, verifique se há maneiras de fornecer um acompanhamento transparente de seus projetos.

Deixe o pijama de lado

É muito tentador poder trabalhar em home office de pijama, deitado no sofá e com Netflix de som ambiente. Quando isso se torna uma rotina, seu dia de trabalho começa a se confundir com sua vida pessoal e sua produtividade começa a cair. Vai parecer que você nunca está 100% em casa ou 100% no trabalho. Trate o trabalho remoto como se fosse um trabalho presencial. Não precisa colocar roupa social, mas deixe o pijama de lado e vista algo confortável que você não teria vergonha de usar na rua.

Cuide do ambiente

Ficar com o laptop no sofá ou na cama é uma receita infalível para dor nas costas no futuro. Se possível, arrume um lugar tranquilo da casa para transformar em seu escritório. Tente configurar seu espaço de trabalho em uma sala bem iluminada ou com o máximo de luz natural possível. Cuide para que tenha mesa e cadeira confortáveis e uma boa ergonomia para trabalhar.

Mantenha o contato humano com videoconferência

Quando não estamos no mesmo ambiente, conversas por e-mail tendem a se estender e questões simples podem demorar a ser resolvidas. Considere enviar menos e-mails e realize mais videoconferências com sua equipe. O contato visual também ajuda a criar empatia e acelera a tomada de decisões.

Nas videoconferências, evite interromper quando outras pessoas estiverem falando e sempre mantenha seu microfone do computador desligado. Ligue o microfone apenas quando for falar alguma coisa. 

Tem crianças em casa? Não se desespere

Com o fechamento de escolas em vários Estados do Brasil, muitos pais não têm com quem deixar as crianças e devem trabalhar de casa com a presença dos filhos. Não se desespere. Dependendo da idade, você pode tirar o pó daqueles quebra-cabeças antigos e livros que estavam na estante para incentivar que as crianças consigam se entreter sozinhos por um tempo. Se houver bebês na casa, é uma boa ideia revezar os cuidados com o parceiro ou parceira que também está trabalhando remotamente.

Além disso, seja flexível e realista em relação à quantidade de atenção ao trabalho que você vai conseguir dar enquanto estiver cuidando das crianças e alinhe as expectativas com as lideranças da empresa. Lembre-se que este é um momento inédito e nem sempre vai ser possível atender a todas as expectativas do trabalho.

Evite as distrações da casa no home office

Home office necessita de atenção. Televisão, colegas de quarto, marido, esposa, videogame, animais de estimação, comida são algumas das distrações mais tentadoras para quem trabalha de casa. Se você quiser aumentar a produtividade, evite-as. Vá para algum lugar onde você não se distraia com o ambiente, defina horários de almoço e cafezinho e combine com as outras pessoas que moram na casa que você precisa reservar blocos de horas para se concentrar no trabalho.


Coronavírus afeta comportamento do consumidor

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS