O digital como alternativa nas escolas diante da COVID-19

Recursos capazes de viabilizar aulas on-line estão sendo percebidos como uma opção de sucesso em escolas. Confira as iniciativas

Além dos trabalhadores do mundo todo, alunos também estão sendo afetados pelos períodos de isolamento e quarentenas que se tornaram necessários devido à COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Os recursos digitais, então, passaram a ser essenciais para a manutenção do processo educacional.

Nos Colégios Internacional Radial e do Mater Dei, as direções decidiram se antecipar às medidas temporárias e emergenciais de prevenção do contágio pelo novo coronavírus adotadas pelo Governo do Estado de São Paulo e publicadas pelo decreto número 64.862, que suspendeu as aulas, por tempo indeterminado, a partir de 23 de março.

Assim, as aulas passaram a ser on-line já na semana em que a disseminação começou a crescer – ou seja, desde 16 de março. Com a participação da maioria dos estudantes, estão sendo ministradas a distância pelo corpo docente das instituições de ensino, por meio da Geekie One, dinâmica educacional que alia material didático multiplataforma à tecnologia com intencionalidade pedagógica e consultoria na jornada de inovação de cada escola.

Preparação

De acordo com o diretor pedagógico da Foreducation EdTech Marcelo Lopes, as escolas estão mais do que preparadas para dar continuidade à grade curricular sem qualquer prejuízo pedagógico.

Como justificativa para isso, ele explica que as escolas contam com tecnologias comparadas às internacionais, entre elas recursos Google for Education como Google Hangouts Meet, Google Classroom e conecta4edu, além de Plataformas Educacionais como o Geekie One. Todas terão a coordenação de professores capacitados pela Foreducation EdTech, consultoria especializada em tecnologia educacional e primeiro Education Partner do Google no Brasil.

Digital nas escolas

“Com uma plataforma digital hiperatualizada é possível ministrar o conteúdo escolar e manter, dentro do possível, o cronograma escolar com o envio e acompanhamento de atividades pelos professores em tempo real, além de alternativas para manter o contato entre professores e alunos”, afirma Claudio Sassaki, cofundador da Geekie e mestre em Educação pela Universidade de Stanford.

Ele diz ainda que a equipe da Geekie tem trabalhado para dar todo o suporte aos mantenedores e educadores das escolas parceiras com boas práticas e informações relevantes para tomadas de decisão quanto ao coronavírus. Além disso, também estudam uma forma de auxiliar outras instituições de ensino.






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS