Entenda a importância do alongamento no home office

Passar horas sentado na frente do computador pode causar tensão muscular e dores, o alongamento evita isso e traz outros grandes benefícios

O alongamento antes, durante ou depois do trabalho pode trazer muitos benefícios. Foto: Pexels.

Da cama para a mesa de trabalho – que muitas vezes é também a de jantar -, da mesa para o sofá, do sofá para a cama de novo. Com o home office adotado em massa por causa da pandemia, essa tem sido a rotina de muitas pessoas nos últimos meses. A falta de movimentação e as inúmeras horas na frente do computador começam a ser sentidas pelo corpo. Para evitar a dor nas costas e outros problemas, o alongamento é essencial.

“Ficar muitas horas sentado pode deixar o músculo rígido, pressionado, e o sangue não consegue penetrar totalmente na fibra muscular para levar os nutrientes. Nesse sentido o alongamento permite que o sangue circule melhor no corpo, fazendo com que os músculos sejam mais hidratados, com oxigênio e nutrientes, evitando a contratura e eliminando toxinas. Isso também traz benefícios para o mental, a partir do momento que o sangue circula melhor, o cérebro também recebe mais oxigênio”, explica o fisioterapeuta Cadu Ramos.

O alongamento pode ser feito a qualquer hora do dia – antes, durante ou após o trabalho – e quantas vezes for necessário, principalmente quando alguma parte do corpo está doendo. Não há nenhuma contraindicação, basta fazer os movimentos corretos e com calma, sempre inspirando pelo nariz e expirando pela boca.

Benefícios do alongamento

alongamento

Entre os benefícios do alongamento estão diminuição do estresse e aumento da concentração. Foto: Pexels.

  • Diminui a tensão;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Auxilia na melhora a postura;
  • Alivia dores musculares;
  • Aumenta a concentração;
  • Combate o estresse;
  • Proporciona bem-estar físico e mental.

Como alongar?

O fisioterapeuta Cadu Ramos indica que cada membro seja alongado por 30 segundos. “É fácil, rápido e vai trazer muitos benefícios para o dia a dia”, alerta o especialista.

Para dores na cervical, o alongamento do pescoço é o mais indicado. “Com a coluna reta, incline a cabeça para a lateral, depois traga para a posição neutra, faça uma leve rotação para o lado e incline a cabeça para baixo”, indica Cadu. O movimento ajuda a aliviar a tensão de uma das musculaturas mais afetadas pelo estresse.

Braços, tronco e pernas também precisam ser alongados para um resultado mais satisfatório. Sentado na cadeira, estique um braço para o lado, na frente do corpo, e faça uma alavanca com o outro para segurá-lo. Depois coloque o braço atrás da cabeça, com o cotovelo apontando para cima e, com a outra mão, segure o cotovelo.

Ainda sentado, coloque as mãos atrás da cadeira e torça o tronco para alongar a lombar. Feito isso, fique em pé e incline o tronco para frente, tentando encostar no pé. Para finalizar, leve o calcanhar até o bumbum e segure o pé – o que vai alongar toda a parte do quadríceps.

Prepare-se para notar uma melhora na qualidade de vida.


+ Notícias 

Como está o humor dos colaboradores na pandemia?

A mentalidade da jornada contra o estresse da pandemia

Como acabar com a monotonia do trabalho home office?






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS