Com novos hábitos, classes C e D retomam ritmo de consumo de pré-quarentena

Brasileiros com renda mensal de até R$ 2 mil voltaram a consumir em um ritmo semelhante à pré-pandemia. Destaque para os setores de delivery e e-commerce

A queda no nível de consumo das classes C e D, observada durante o período de maiores restrições ocasionadas pela pandemia, parece ter chegado ao fim. Segundo pesquisa feita pela Superdigital, fintech do Santander voltada à inclusão financeira, os brasileiros com renda entre R$1 mil e R$2 mil voltaram a consumir em nível “normal”. Os hábitos, porém, são diferentes.

Queda até meados de maio

Segundo levantamento anterior da Superdigital, o consumo caiu, em média, 12% entre os consumidores até o mês de maio.

O levantamento dividiu as compras em três períodos: 15 de fevereiro a 15 de março (30 dias antes da quarentena); 16 de março a 15 de abril (30 primeiros dias da quarentena); e 16 de abril a 15 de maio (segundo mês de quarentena).

Os dados mostram que, entre o 1º e o 2º período, os clientes das classes C e D gastaram 33% menos em restaurantes, 37% menos com transporte, 28% menos com combustível; e 74% menos com hospedagem. Em contrapartida, os gastos em estabelecimentos online cresceram 60%; enquanto em supermercados aumentaram 40%.

Retomada no “novo normal”

Apesar de o retorno aos padrões anteriores de consumo, as classes C e D mudaram alguns hábitos no terceiro período em relação ao pré-quarentena.

De um lado, houve avanços de 41% nas compras com aplicativos de delivery, de 203% com e-commerce e 30% em serviços de streamings. Do outro, foram verificadas quedas de 30% em restaurantes, 38% em transportes e 30% em combustíveis, mesmo com a reabertura.


+ NOTÍCIAS

“Black Friday Brasileira” começa hoje e promete aquecer o varejo

Os 5 principais erros na hora de precificar produtos; saiba como não cometê-los

Aplicativos de entrega de supermercados têm a maior entrada de novos shoppers durante a pandemia


 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS