Confiança da indústria cresce 7,2% e deve atingir maior patamar em 7 anos

Projeções para o setor industrial são positivas pelo quinto mês consecutivo

Confiança da indústria sobe novamente na prévia de setembro

A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI) do mês de setembro foi de 105,9 pontos, um avanço de 7,2 em relação ao resultado fechado de agosto, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Caso se confirme a expectativa, o índice atingirá o maior patamar desde janeiro te 2013, quando apontou em 106,7 pontos.

Segundo a FGV, “o crescimento da confiança nesta prévia decorre tanto da avaliação positiva dos empresários em relação ao presente quanto do otimismo para os próximos meses”. O índice de Situação Atual teve alta de 8,9 pontos na prévia deste mês, a 106,7 pontos, enquanto o Índice de Expectativas avançou 5,5 pontos, a 105,1 pontos.

A melhora do sentimento em relação à indústria brasileira nos últimos meses foi resultado da flexibilização de medidas de combate ao novo coronavírus em importantes centros econômicos, como São Paulo.

Crescimento consistente

O setor industrial parece mesmo estar recuperando a confiança. Caso a alta se confirme após o resultado fechado do mês de setembro, será a quinta evolução seguida. No mês de agosto, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) subiu 8,9 pontos , chegando a 98,7 pontos.

O resultado anterior refletiu o quarto mês seguido de avanço e recuperou 40,5 pontos dos 43,2 pontos perdidos nos meses de março e abril, uma retomada de 93,8%.


+ NOTÍCIAS

The Social Dilemma: documentário mostra o impacto das mídias sociais no comportamento das pessoas

Setembro Amarelo: como as empresas podem contribuir com a saúde mental do colaborador

Para a geração dos Zennials, depois da pandemia, nada mais será como antes


 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS