Modelo de seguro para carros cobra de acordo com a quilometragem percorrida

Empresa entendeu a necessidade dos clientes em aliviar o bolso e criou a modalidade de serviço personalizada

A comodidade de se ter um carro na garagem é indiscutível: poder sair de casa a qualquer momento, sem depender de transporte público ou da disponibilidade de veículos de aplicativo é, sem dúvidas, uma grande vantagem. Mas tudo isso tem seu preço: quem tem carro precisa estar disposto a arcar com diversas despesas, como combustível, manutenção e seguro. Tudo isso custa caro, mas empresas estão começando a pensar em modelos que pesem menos no bolso, principalmente neste momento em que muitos não estão usando o carro com a mesma frequência de antes.

Bolso mais leve

Nas grandes cidades, com maiores índices de violência, os seguros para carros podem ficar ainda mais caros, e mesmo quem não usa muito o automóvel não pode se dar ao luxo de ficar sem proteção. Foi pensando nisso que a Youse criou uma modalidade de seguro em que o consumidor paga de acordo com o número de quilômetros rodados.

“A partir de estudos, identificamos a oportunidade de avaliar se esse formato funcionaria aqui no Brasil. Iniciamos uma série de pesquisas com leads, pessoas que demonstraram interesse no produto, com clientes e ex-clientes da Youse para tentar identificar o interesse por novas modalidades de seguro e se o Auto por KM seria não só uma oportunidade de negócio para gente, como também traria soluções para necessidades dos consumidores, e os resultados validaram o formato”, explica Thaiza Estevão, diretora de marketing da Youse.

O custo mensal é calculado a partir de um valor fixo, conforme o perfil de cada cliente, somado à quilometragem percorrida de acordo com as informações do rastreador ou hodômetro do veículo. Segundo Thaisa, o seguro é recomendado para pessoas que percorrem até 300 km por mês. “A ideia é cobrar um valor mais justo para quem costuma sair menos com o carro, mas que precisa garantir a cobertura do seguro mesmo quando o veículo está parado”, diz.

Relacionamento com consumidor guia decisões

A Youse oferece seguros de carro, vida e residencial, que podem ser contratados pelo aplicativo, site da marca, redes sociais e via call center. As coberturas e assistências são customizáveis, ou seja, o cliente pode definir quais coberturas e assistências contratar, de acordo com suas necessidades. “Com essa mesma facilidade digital para contratação, o cliente pode alterar ou excluir coberturas e assistências, fazer a vistoria online do veículo no caso do seguro auto, acionar o seguro e acompanhar os serviços de maneira online”, destaca Thaiza.

Segundo ela, a insurtech aposta no estreitamento das relações com os clientes para se destacar em um mercado conhecido pela burocracia, que não costuma atrair muito a atenção dos consumidores. “Queremos empoderar os nossos clientes com entendimento sobre seu seguro por meio de uma comunicação simples, transparente e acessível.”

Todas as interações dos clientes, uso das funcionalidades e opiniões são acompanhadas de perto com pesquisas de design. A empresa também leva em conta as validações dos usuários sempre que uma melhoria é aplicada, por meio de levantamentos quantitativos ou de feedbacks individualizados.

A Youse também lançou uma modalidade de seguro especial para o período de quarentena, além de descontos na renovação e assistência psicológica gratuita aos segurados. “Temos simplificado as jornadas e priorizado a praticidade, permitindo que os nossos segurados escolham só o que precisam, proporcionando experiências personalizadas em todos os pontos de contato com a marca”, conclui Thaiza.


+ NOTÍCIAS

4 tendências do varejo impulsionadas pela Covid-19

Em guinada ao digital, Raia Drogasil anuncia marketplace de saúde e compra de startup

Empatia: habilidade fundamental dos novos tempos






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS