CONAREC 2020: O consumidor em reconexão

Roberto Meir, CEO do Grupo Padrão aborda que mais do que nunca será necessário ousar e arriscar para a reconstrução na relação de empresas e clientes

Foto Douglas Luccena / Grupo Padrão

Pela primeira vez na história, o CONAREC (Congresso Nacional das Relações Empresa – Cliente), maior congresso de inteligência relacional e de comportamento do consumidor do mundo, acontece como uma experiência 100% digital. Este ano transformou-se em um período revolucionário na história mundial, com a reconfiguração de valores e a ressignificação de pessoas, empresas e processos. 

E por isso, empresas e pessoas evoluíram nesta nova dança, descreveu a jornalista Petria Chaves na abertura oficial do evento nesta quarta-feira (7). “Estamos buscando a reconexão com valores pessoais, menos deslocamentos e mais convívio em família, e o autocuidado chega aliado ao aspecto profissional”, comentou.

A 18ª edição do CONAREC, que tem como tema central “Anormal e antinormal: O despertar de um consumidor em reconexão”, mal começou e já quebrou alguns recordes. Nesta ano estarão presentes mais de 300 palestras, mais de 100 CEOs, para mais de 60 horas de conteúdos on-line, com 90 sessões, divididos em cinco sala virtuais, um salão de negócios, no qual patrocinadores vão apresentar soluções e produtos no atendimento ao cliente em stands virtuais. Além disso, os participantes terão a chance de realizar um networking digital no espaço “One to One”. Tudo isso dentro de uma plataforma de experiência 360 desenvolvida pelo Grupo Padrão.

O consumidor em reconexão

“O lugar mais seguro para um barco ficar é ficar em um ancoradouro. Mas nós precisamos correr riscos ao longo das ondas”, disse Roberto Meir, CEO do Grupo Padrão. Neste ano, a tradicional troca com a audiência a alguns passos de distância foi trocada pelo desejo de todos estarem com saúde e seguros.

reconexão com o consumidor

O consumidor em reconexão e o empoderamento do meio digital abriu uma avenida de novas oportunidades.Foto Douglas Luccena / Grupo Padrão

Meir também destacou a flexibilidade das pessoas em conseguirem seguir as suas trajetórias para reconstruir o seu futuro. “Vivemos um momento onde pela facilidade de comunicação, vários clichês e modismos procuram se introduzir no dia a dia das pessoas, para facilitar o rastreamentos pelos sórdidos algoritmos para darem uma previsibilidade para tudo o que fazermos. Mesmo com tudo isso nada será normal”, comenta o especialista internacional em relações de consumo e varejo. 

Durante a abertura oficial do CONAREC 2020, Meir abordou que mais do que nunca vamos precisar ousar, e arriscar, para reconstruir a terra arrasada das vidas humanas.

“A tecnologia nos possibilitou um mundo sem fronteiras, o home e bem-estar em família. Estamos trabalhando muito mais, mas muitos estão abordando hábitos mais saudáveis, ao analisar a energia e os esforços para melhorar a produtividade e a vida”, compartilhou. 

Aceleração no e-commerce

O CEO do Grupo Padrão exemplificou a adaptabilidade do ser humano, com o movimento que o varejo teve durante a pandemia”

“Com o tsunami da pandemia e o e-commerce mais do que duplicou, com uma loja sendo criada por minuto, enquanto parte do varejo físico fechou.” 

Ele ainda descreveu que o consumidor em reconexão e o empoderamento do meio digital abriu uma avenida de novas oportunidades. “Não se sabe se consumo dos clientes será a mesmo de antes. Estamos todos mais frugais”, disse. Meir também deixou a provocação de que até o início da pandemia do novo coronavírus a economia compartilhada estava em alto e agora os consumidores buscam por carros próprios. 

Ao final da abertura oficial da 18ª edição do CONAREC, o CEO do Grupo Padrão abordou o papel dos líderes do futuro. “O cliente será importante apenas no discurso? Vão conseguir reescrever o negócio a partir dos anseios de cada cliente?”

Acompanhe a todas as publicações sobre o CONAREC 2020 neste link. E acesse a página do evento.


+ Notícias 

Conheça as empresas vencedoras do Prêmio CONAREC 2020

A evolução dos bots: eles estão até dando entrevista

O anormal e o antinormal: as consequências e os legados da pandemia






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

CM 260: Conarec 2020 e sua imersão em experiência em um mundo antinormal

VEJA MAIS