Estresse com pandemia e assistência de gestores influenciam no engajamento dos funcionários

De acordo com pesquisa, funcionários que recebem apoio emocional dos gestores apresentam maior engajamento no trabalho

Foto: Pexels

A pandemia está trazendo danos à saúde mental dos trabalhadores e isso tem influenciado no engajamento dos funcionários. É o que mostra um novo estudo realizado por pesquisadores chineses em parceria com a Nanjing University e a Huazhong University of Science and Technology, que acompanhou 163 funcionários de uma empresa de TI sediada no leste da China.

De acordo com a pesquisa, os profissionais com maiores índices de estresse e menores níveis de engajamento no trabalho são os que relatam sentirem medo de se infectarem e desenvolverem os sintomas mais graves da Covid-19. Ainda de acordo com o levantamento, funcionários bem assistidos por gestores que se atentam às oscilações emocionais deles, conseguem aumentar o engajamento no trabalho e mitigar a ansiedade.

A pesquisa durou três semanas e aconteceu em meio à segunda onda de casos da covid-19 no país. Os resultados mostraram que, quanto mais os funcionários pensavam sobre as mortes relacionadas à pandemia, mais ansiosos se sentiam e menos engajados em seus trabalhos. O engajamento dos funcionários, porém, segundo Jasmine Hu, autora principal do estudo e professora associada de administração e recursos humanos da Fisher College of Business da Ohio State University, eram influenciados pelo tipo de chefe que tinham.

“O ânimo e envolvimento deles melhoravam principalmente se tinham líderes que priorizam a satisfação deles, atentam-se ao sofrimento emocional dos times, trabalham para capacitar os funcionários e estimulam atividades de voluntariado, por exemplo”. Um dos indicadores para medir esse tipo de liderança era avaliar, de uma escala de 1 a 7, a frase: “o meu gestor prioriza o desenvolvimento da minha carreira”. Os que avaliaram mais alto seus supervisores diretos eram os menos ansiosos, segundo Jia. “Líderes que se preocupam com o bem-estar de seus funcionários e priorizam seu crescimento pessoal e felicidade em seus empregos, tornaram mais fácil para muitas pessoas lidarem com a ansiedade associada à pandemia.”

O teste foi reproduzido também nos Estados Unidos, através de um questionário online e, assim como o estudo chinês, concluiu que as empresas desempenham um papel importante em ajudar seus funcionários a lidar com o estresse da pandemia de Covid-19, disse a autora do estudo.


+ NOTÍCIAS

Conheça as empresas de bens de consumo mais encantadoras do Brasil

O mundo pós-pandemia: desmaterializado, asséptico e descontextualizado

Será que você está a um passo da Síndrome de Burnout?


 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS