Vai viajar para o exterior? Veja países que restringiram voos a partir do Brasil

O surgimento de variações da Covid-19 tem levado países a restringir voos a partir de países como o Brasil. Veja a lista e as regras para pedir o reembolso

Crédito: Unsplash

As variantes do SARS-CoV-2, vírus que causa a Covid-19, têm levado países a restringir voos oriundos de onde essas variações estão sendo registradas, como o Brasil e o Reino Unido. Por isso, quem está com uma viagem internacional marcada precisa ficar atento às mudanças. Veja a lista de restrições e também as regras para o pedido de reembolso criadas excepcionalmente durante a pandemia.

Colômbia

O governo da Colômbia vai suspender, a partir do dia 29, e por 30 dias, os voos de e para o Brasil, como medida preventiva perante a variante do novo coronavírus oriunda do país. Em dezembro, as autoridades colombianas já haviam suspendido os voos de e para o Reino Unido, após identificar no país de uma outra variante do coronavírus.

“Como medida preventiva e por um período de 30 dias, enquanto são feitas todas as análises, são suspensos os voos da Colômbia para o Brasil ou do Brasil para a Colômbia”, a partir de sexta-feira, anunciou o presidente colombiano, Iván Duque, em um programa de televisão no qual relata diariamente as medidas do governo para combater a pandemia.

A medida será aplicada apenas ao transporte de passageiros e não de cargas, que continuará, como até aqui, com o cumprimento de todos os protocolos de biossegurança.

Portugal

Também a partir desta sexta-feira estão suspensos os voos entre Brasil e Portugal. A suspensão vai até o dia 14 de fevereiro. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou que o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, conversou ontem com o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, e que a decisão de Portugal “se dá como resposta ao aumento do número de casos de covid-19 naquele país e não em função da situação no Brasil”.

Alemanha

Já a Alemanha proibiu a entrada em seu território de viajantes de Portugal, do Reino Unido, da África do Sul e do Brasil. A informação foi confirmada hoje pelo ministro do Interior do país, Horst Seehofer. Segundo ele, a restrição também se deve às mutações do novo coronavírus.

“Neste momento, estamos na fase de coordenação entre os ministérios para proibirmos a entrada de [pessoas provenientes] destes países. Quero dizer, de regiões onde se apresentam as mutações [do SARS-CoV-2], disse o ministro antes da reunião informal dos ministros do Interior da União Europeia que ocorrerá hoje através de videoconferência”.

Seehofer admite que a lista de quatro países pode ser ampliada nas próximas semanas.

No domingo (24), entraram em vigor na Alemanha restrições à entrada no país de viajantes provenientes de zonas de “alta incidência acumulada” em sete dias: superior a 200 casos por 100 mil habitantes.

Desses países já fazem parte cerca de 20 Estados, entre os quais, Portugal, Espanha, República Checa, Bolívia e Colômbia.

Turquia

Na semana passada, o ministro da Saúde da Turquia, Fahrettin Koca, anunciou a suspensão temporária de voos do Brasil, também devido ao aumento de casos da nova variante do coronavírus.

Ancara já havia suspendido voos do Reino Unido, Dinamarca e África do Sul devido à nova variante.

Fique de olho na regra do reembolso

No fim do ano passado, o governo reeditou a medida provisória que estabelecia regras excepcionais de reembolso por causa do cancelamento de um voo.

Agora, as companhias aéreas tem até 31 de outubro de 2021 para pagar o valor, mantendo os mesmos critérios definidos anteriormente: prazo de 12 meses, contado da data do voo cancelado, observada a atualização monetária calculada com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).


+ Notícias

Procon SP notifica iFood, Loggi e Uber Eats por causa de entregadores

Cresce o número de conflitos resolvidos por meio de mediações. E o consumo é um dos motivos


Com informações da Agência Brasil






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS