(In)certezas à frente e aprendizados valiosos

Apesar de estar sendo um período difícil, a pandemia trouxe aprendizados que precisam ser usados em 2021

Foto: Shutterstock

O ano de 2021 promete ser tão desafiador quanto o ano passado em função da segunda onda da Covid-19 e os impactos socioeconômicos, na saúde e educação, que a pandemia vem trazendo ao mundo e ao Brasil. Não sabemos ao certo por quanto tempo as restrições nas cidades e a necessidade de distanciamento social vão perdurar, especialmente até que a população seja imunizada e haja segurança para todos.

Apesar de um ano duro, os aprendizados de 2020 foram muito ricos em diversos aspectos. Primeiramente os consumidores adotaram a jornada figital e a oferta de canais de marketing se multiplicou para atender as necessidades dos shoppers. Em segundo, a transformação digital foi célere nos negócios, forçando as empresas a anteciparem e acelerarem seus projetos. Como terceiro ponto, a liderança das empresas foi exigida ao máximo com a necessidade de criar planos, ter o cuidado com os times e promover rápida adaptação à nova realidade.

Uma das palavras mais repetidas foi “resiliência” e cada alteração imposta pela pandemia demandou adequação na vida das pessoas e no mercado. A velocidade de mudança nas companhias nem sempre acompanhou às exigências dos consumidores, ávidos por informação, serviços e atendimento personalizado, e que foram, aos poucos, se familiarizando com as compras online.

O que está por vir

Temos a sensação de que continuamos em 2020 e que estamos vivendo sob algumas certezas que devem nos acompanhar em 2021, como o imperativo de focar as pessoas, sejam os próprios consumidores ou os colaboradores; a importância da conveniência e a valorização da experiência do cliente no canal de sua escolha em qualquer horário; a aceleração da transformação digital em todas as esferas do mercado, a necessidade de fortalecer o propósito do negócio com o cliente no centro da estratégia.

Já vivenciamos praticamente um ano de pandemia e sabemos que o cenário será igualmente complexo, que vai trazer um ritmo mais ágil na gestão dos negócios, seja no planejamento de curto prazo, na tomada de decisão, na propensão ao risco e na resposta às demandas dos clientes.


+ Notícias 

10 empresas promissoras para ficar de olho em 2021 

O varejo está fadado às vendas digitais? 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS