Riachuelo muda posicionamento para se aproximar da consumidora

Com mensagem central “A Riachuelo começou a seguir você”, marca busca mostrar que as consumidoras estão no comando

Foto: Shutterstock

A forma de consumir moda não é mais a mesma. Nos últimos anos – e principalmente durante a pandemia – as prioridades e até a forma de se vestir mudaram. Ao entender esse movimento, a Riachuelo repensou estratégias e mudou o posicionamento da marca, que agora traz como mensagem central a frase “A Riachuelo começou a seguir você”.

Com o grande objetivo de gerar aproximação e conexão com as consumidoras, a mensagem que a marca deseja passar é a de empoderamento, enfatizando a liberdade da mulher em viver, escolher, criar. Em outras palavras, a consumidora passa a estar no comando.

“Há anos a Riachuelo vem acompanhando a evolução do comportamento de suas clientes. Entendemos que não só os códigos da indústria de moda mudaram, mas os desejos e a maneiras como as pessoas consomem também evoluíram. Percebemos que, hoje, o que gera identificação e conexão são as pessoas e o que usam, o que as inspiram. Por isso, sentimos a necessidade de transformar a maneira como a marca explora as mudanças significativas desse universo, junto ao nosso propósito de transformar vidas por meio da moda”, diz Elio Silva, diretor executivo de canais e marketing da Riachuelo.

Além da experiência de compra

Influenciando em diversas frentes, o novo posicionamento da Riachuelo irá não apenas passar a mensagem de apoio para as mulheres, mas colocá-las como as verdadeiras protagonistas. Buscando um DNA 100% brasileiro, a marca está investindo na escuta ativa para entender o que as brasileiras desejam vestir e desenhar as novas coleções em cima disso. “Vamos mostrar que nós acompanhamos as mudanças no comportamento da moda e não seguimos as tendências e mercado”, afirma Elio Silva.

Para o executivo, a reformulação irá colocar a marca em contato com o que realmente as pessoas querem – o que, naturalmente, deve gerar relacionamento e conversão de vendas.

Quando o assunto é experiência de compra, o diretor executivo ressalta o investimento em inovações tecnológicas nas lojas. Entre os exemplos citados estão o e-store (vitrine infinita), lockers e Retire Rápido. “Isso reforça a nossa omnicanalidade por meio do e-commerce”, diz.

Simaria, Giulia Bee e Malía. Foto: Divulgação

Entretenimento como conexão

Outro caminho utilizado pela Riachuelo para se aproximar da consumidora é o entretenimento. Não à toa, a campanha do novo posicionamento conta com a música “Te Sigo Somando”, um autoral da marca lançado por Simaria, Giulia Bee e Malía.

O processo criativo da letra da música, que convida o público feminino a se unir, contou com a participação ativa das clientes da marca. “Opinaram sobre ritmo, artistas, letra e fomos ajustando conforme as considerações da maioria”, conta Elio.

A estratégia de lançamento com nomes famosos da música é para aumentar o contato. “‘Te Sigo Somando’ tem veiculação nos principais canais digitais, como YouTube e Spotify, e abrangência nacional nas rádios. Nas redes sociais, fã clubes têm movimentado o assunto. Desde o ano passado, quando fizemos ativações com as lives musicais durante a pandemia, percebemos que tínhamos uma ferramenta de conexão com as pessoas por meio do entretenimento”, finaliza do executivo.


+ Notícias 

Live commerce e o futuro do varejo: mais imersivo, social, divertido e interessante

Entenda a evolução na jornada do cliente com a experiência phygital 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 262: O consumidor é phygital

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

VEJA MAIS