Antitruste ou ajuda as startups? O que levou o Google a diminuir em 50% as taxas de uso do Google Play

Bigtech diminuirá taxa de 30% a 15% aos desenvolvedores que ainda não atingiram faturamento anual de US$ 1 milhão

O Google anunciou que vai diminuir pela metade as taxas de aplicativos do Google Play. O valor, que era de 30%, cairá para 15% para os desenvolvedores de aplicativos que ainda não tenham atingido o faturamento de US$ 1 milhão em receita total anual em vendas no aplicativo da bigtech. Quando a marca for alcançada, as empresas voltarão a pagar o valor cheio.

Segundo a bigtech, a economia ajuda os desenvolvedores a investir ainda mais em seus negócios, aliviando a receita pra a contratação e pagamento de novos funcionários. Segundo a empresa, a redução deve incluir 99% dos desenvolvedores que utilizam o Google Play. O real motivo, porém, pode ser a pressão de agências reguladoras por suposto abuso no valor da cobrança.

Regulação seria o verdadeiro motivo

O Google estava sendo investigado por pelo menos três estados dos EUA pelo valor da taxa que é cobrada dos desenvolvedores de aplicativos. A bigtech estaria em vias de sofrer um processo antitruste ainda esse ano, segundo a Bloomberg News. A Apple também está na mira das autoridades do Reino Unido e da União Europeia pela mesma razão.

O Google e a Apple detém o monopólio da economia de aplicativos no ocidente e constantemente sofrem pressão de órgãos reguladores. Empresas reclamam das altas taxas impostas pelas duas gigantes da tecnologia, o que aumenta o custo dos aplicativos aos consumidores.


+ Notícias

TikTok e outras empresas chinesas querem desafiar a privacidade de dados da Apple

Apple é multada em R$ 10 milhões

Turismo e eventos: mais prazos para o pagamento do reembolso ao consumidor






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS