DeliRec, a rede social que une chef de casa e de restaurantes

Aplicativo brasileiro planeja expansão internacional no segundo semestre, além de agregar mais funcionalidades

Fonte: Unsplash

Provavelmente você conhece alguém que começou a desvendar os prazeres de cozinhar na pandemia. Com mais tempo em casa e rotinas de home office, a megatendência de bem-estar tem sido reforçada com cada vez mais pessoas descobrindo os benefícios dos alimentos menos processados e mais saudáveis, além da higiene mental que é criar na cozinha. Agora, estas pessoas podem se conectar a grandes chefs e outros recreativos na DeliRec, rede social que acumula funções que vão desde organização de receitas a troca de conteúdo e conhecimento.

Idealizada logo no começo da pandemia por aquele que hoje é CEO do aplicativo, Claudio Gandelman, a DeliRec recebeu um investimento seed de R$ 65 milhões da Astella Investimentos e já reúne nomes como Jefferson e Janaína Rueda (Casa do Porco e Bar da Dona Onça), Pedro de Artagão (Cozinha Artagão, Formidable, Irajá Gastrô) e Flávia Quaresma (programa “Mesa a Dois”). Outros oito chefs renomados firmaram contratos de revenue share, e devem colaborar para as adesões ao app já que juntos somam mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais.

No aplicativo, disponível tanto para iOS quanto para Android, o usuário pode inserir e armazenar receitas próprias, com fotos e vídeos, compartilhar experiências em rede e seguir amigos e chefs.

Enquanto o acesso a receitas de outros usuários é gratuito, para acessar as receitas dos chefs é preciso assinar o serviço. Por R$ 4,90 ao mês, o usuário tem direito a quatro receitas. São 13 categorias de receitas, que vão desde carnes e aves até veganas e low carbs. A previsão é de chegar a 400 mil receitas em dois anos.

Do Brasil para o mundo

O aporte recebido pela Astella será usado na expansão geográfica e de funcionalidades do aplicativo, e traduz o potencial da rede social. Além de incentivar saúde e bem-estar, o app permite que pessoas transformem suas habilidades e hobbies em uma forma de ganhar dinheiro – o chamado empreendedorismo baseado em rede de interesses, ou passion economy.

Algumas funcionalidades previstas devem ampliar as fontes de receitas. Entre elas estão os cursos de gastronomia com os chefs e um marketplace de ingredientes. Em paralelo, o investimento também será usado para o lançamento da DeliRec nos Estados Unidos, previsto para o segundo semestre deste ano. A previsão é chegar a 4 milhões de usuários até 2023 e funcionar em 10 idiomas – o que aumenta o alcance do serviço a bilhões de pessoas.

 


+ Notícias

Além do Clubhouse: conheça outras redes sociais exclusivas

Facebook Shops: rede social terá função de compras online

Facebook vs Instagram: qual a melhor rede social para as empresas?






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 262: O consumidor é phygital

CM 261: O respeito ao cliente é o caminho para 2021

Anuário: A omnicanalidade em todo lugar

VEJA MAIS