Nubank testa recurso em que usuário pode parcelar compra feita à vista

Fintech abre fase de testes com alguns clientes para função inédita

Foto: Shutterstock

O Nubank quer introduzir um recurso para parcelamentos de compras específicas feitas no crédito em seu aplicativo. Ou seja, se o consumidor fez uma compra à vista no cartão e depois se arrependeu, ele poderá parcelá-la. Com juros mais baixos que o crédito rotativo, a opção serve para aliviar parcelas que começaram a pesar no bolso ou que simplesmente não puderam ser parceladas pelo estabelecimento.

O recurso está em fase de testes com alguns clientes no Brasil e no México e ainda não há uma previsão para a liberação a todos os usuários.

No Brasil, os cartões de crédito permitem o parcelamento total ou parcial da fatura, mas desta vez a novidade é que a fintech quer permitir que clientes escolham uma compra específica no meio da fatura e a parcelem. A ideia é que o correntista possa reprogramar suas finanças sem que tenha que refinanciar toda a fatura por conta de uma única compra que começou a pesar.

De acordo com o Nubank, a ferramenta permite dividir compras pagas à vista acima de R$ 20 em até 12 vezes e de transações em que não há possibilidade de parcelamento no ato da compra. Para usar o recurso, os correntistas acessam a compra que desejam parcelar da fatura em aberto e selecionam a opção “Parcelar compra”. O valor da compra é atualizado assim que a operação for confirmada.

 


+ Notícias

Open Banking deve trazer taxa média de juros mais baixa já em 2021

Maturidade digital: Nubank, Stone e Santander estão no topo






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS