Como o mercado de construção lida com o comportamento de ressignificação do lar

Inovações contam com funcionalidades digitais inéditas e criação de novos produtos

Foto: Shutterstock

Passando mais tempo dentro de casa devido ao isolamento social, muitos consumidores tiveram o primeiro contato com canais digitais das empresas. O maior conhecimento das características do on-line, como grande variedade de produtos e de informações, ganho de tempo e conveniência, tornou esse consumidor phygital. Ao mesmo tempo, o lar ganhou muito em importância e atenção.

Há alguns meses já é possível perceber a tendência de ressignificação do lar. Segundo pesquisa do Grupo Consumoteca, durante o isolamento social, 55% de pessoas da classe A e 39% de pessoas da classe C fizeram alguma mudança na decoração. Houve também um movimento de mudança dos grandes centros para locais mais calmos e próximos da natureza.

Nesse cenário, para atender ao comportamento de ressignificação da moradia e à multicanalidade dos clientes, empresas do setor de construção estão se reinventar. Inovações do mercado contam com funcionalidades digitais inéditas e criação de novos produtos. Saiba mais em matéria publicada na última edição da revista digital Consumidor Moderno (basta clicar na imagem abaixo).






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS