Visa anuncia iniciativa para aceleração de Startups

O programa recebeu o nome de Visa for Startups e pretende conectar as empresas a demais negócios e parcerias do mercado para acelerar a inovação

Foto: Pexels

A Visa deu um passo a mais na corrida pela inovação: criou o Visa for Startups, com o objetivo de ampliar sua atuação com essas empresas e gerar ainda mais negócios para os ecossistemas de inovação, pagamentos e comércio no país. O programa é uma evolução da iniciativa de aceleração da empresa, criado em 2017.

A ideia é justamente conectar, de forma direcionada, as startups e as indústrias de pagamento. De acordo com a empresa, os primeiros passos são construir uma base sólida com essas startups, de forma que elas atendam às necessidades da Visa e seus parceiros. Com esse conhecimento, a empresa ajudará as startups a firmar parcerias e gerar negócios dentro do mercado.

“Quando começamos o Programa de Aceleração em 2017, queríamos entender como poderíamos apoiá-las em seu desenvolvimento e de todo o mercado. Durante esse período, aprendemos muito com elas. Hoje, podemos avançar nessas parcerias com um olhar mais comercial. Com isso, repensamos nossa atuação focando em expertises, ao mesmo tempo em que buscaremos efetivamente por mais negócios para todos. O Visa For Startups é um canal aberto de relacionamento, para ampliar essas trocas”, conta Percival Jatobá, vice-presidente de Inovação e Soluções da Visa do Brasil.

Como funciona para a startups?

O programa trará uma oportunidade para que essas novas empresas possam ser parceiras de forma mais rápida e facilitada. O resultado favorece todos os lados: dados da Visa mostram que das 69 startups que fazem parte do Radar de Startups, 42% já fecharam negócios com a Visa e com emissores, credenciadores e estabelecimentos comerciais parceiros da empresa.

Com o programa, a ideia é que cada vez mais startups encontrem parcerias e atendam às demandas do mercado. Para participar, é preciso realizar um cadastro no site oficial e atender a alguns dos critérios preestabelecidos: estar em fase de crescimento ou em escala, com uma base de clientes e receita consistentes.

As empresas selecionadas passarão por uma série de desafios, lançados periodicamente pela Visa. A ideia é que as empresas apresentem soluções de forma eficiente, algo que será trabalhado no programa com o apoio de mentorias e bootcamps.

Entre as vantagens às startups, a Visa lista a possibilidade de fazer negócios em um tempo reduzido em relação ao tempo do mercado, além de contar com mentorias da empresa e uma série de benefícios, tais como guias especializados para navegar no mundo de pagamentos e plataformas com acesso direto às APIs da Visa.

Além disso, as startups selecionadas também terão acesso ao Visa Ready, programa de certificação que ajuda as empresas de tecnologia a criar e lançar soluções de pagamento que atendam aos padrões globais da Visa em relação à segurança e funcionalidade, assim como o Fast Track, solução que agiliza a entrada de players interessados em lançar soluções de pagamento e promove novas experiências digitais para consumidores.

“Com o Visa For Startups, estamos expandindo nossa participação nesse importante ecossistema, pois a iniciativa nos permitirá trabalhar com mais startups e ao longo de todo o ano”, conclui Percival.


+ Notícias

Rappi se une a Visa e lança cartão pré-pago

Visa muda estratégia do concierge digital e vê aumento nos atendimentos






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS