Digitalização B2B: J&J anuncia plataforma para aproximar varejistas

Em conjunto com a Infracommerce, a J&J passa a digitalizar a conexão B2B com seus varejistas parceiros

Foto: Shutterstock

Com o objetivo de deixar as relações B2B mais estreitas, a Johnson & Johnson Consumer Health, divisão de consumo de saúde da companhia, anunciou uma plataforma para aproximar pequenos varejistas e parceiros estratégicos de distribuição.

A ideia, diz a empresa, é aumentar a distribuição numérica ao redor do país, de forma a direcionar ações e ativações de vendas em uma comunicação direta com esses varejistas. A plataforma digital incorpora o movimento de digitalização pelo qual as empresas têm passado e pode trazer uma série de benefícios aos varejistas, o que por consequência também traz vantagens ao consumidor final.

“A plataforma digital trará inúmeros ganhos ao pequeno varejista, como a possibilidade de compras online do portfólio completo, entregas em até 72 horas e lista sugerida do portfólio ideal para cada cluster de loja”, explica Karina Rocha, diretora de Operações da Johnson & Johnson Consumer Health.

Outra vantagem dessa aproximação, feita a partir de uma parceria entre a Johnson & Johnson e a Infracommerce, empresa aceleradora de e-commerces, é trazer aos varejistas ações promocionais mais focadas e ágeis.

“Essa plataforma também permitirá o acesso a ações promocionais diferenciadas de produtos visíveis na plataforma, diferente do modelo de distribuição tradicional em que não haveria como garantir que as ações fossem 100% implementadas e com a mesma agilidade”, complementa Karina.

A digitalização que passa para o B2B

De acordo com a Infracommerce, o movimento de digitalização da Johnson & Johnson anuncia uma mudança na forma como as empresas se relacionam entre si, ou seja, como o B2B pode também fazer parte do planejamento digital da companhia para com seus distribuidores e varejistas.

“Sabemos que a digitalização da rota de mercado indireta apresenta vários desafios, mas temos certeza de que o ecossistema de Customer Experience as a Service (CXaaS) trará benefícios para a J&J, seus parceiros de distribuição e, mais importante, para o pequeno varejo que agora ganha um canal mais fácil e ágil para abastecer suas prateleiras com produtos da marca, melhorando sua experiência de compra”, destaca Guido Carelli, vice-presidente de B2B da Infracommerce.

Com base no anúncio de ambas as companhias, a Infracommerce fornecerá à J&J uma tecnologia robusta, equipe de inteligência de vendas, SAC, plataforma e HUB de integração. Tudo isso para garantir que os pedidos sejam realizados online diretamente pelo varejista. Assim, espera-se um aumento na recorrência de compras e no total de vendas dos varejistas, considerando que não haverá a necessidade de esperar o dia de visita da equipe de vendas para repor um item que seja chave em seu inventário.

Este é mais um passo da empresa em sua jornada de transformação digital e estratégia Go To Market. “Entendemos a crescente importância da colaboração com nossos parceiros comerciais para a criação de valor conjunto, com foco no cliente e no consumidor. Por isso, temos investido de maneira crescente no connected commerce, em plataformas próprias e dos nossos clientes para melhor entender e, consequentemente, atender nosso consumidor”, explica Karina.

Eventualmente a empresa abrirá mais espaço para novos parceiros e varejistas, mas a princípio, a plataforma ficará restrita aos parceiros da marca.


+ Notícias

O que será tendência no mercado B2B no próximo ano, segundo a Embratel

Colgate-Palmolive entra no e-commerce B2B para pequenos e médios varejistas






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS