Sodexo relata aumento na busca por apoio psicológico de colaboradores

A empresa destaca que houve aumento de 597% na busca pelo Apoio Pass, serviços voltado para empresas que se preocupam com o colaborador

Foto: Pexels

A pauta da saúde mental nunca foi tão desenvolvida e comentada quanto no ano da pandemia. Com o avanço do vírus no Brasil e um tempo elevado de isolamento social durante a quarentena, cada vez mais pessoas apresentaram sinais de ansiedade, estresse e depressão, o que fez com que os empregadores abrissem mais os olhos à necessidade de um apoio psicológico aos colaboradores.

Uma pesquisa realizada pela Sodexo Benefícios e Incentivos, feita entre junho e julho de 2020 com mais de 7 mil pessoas, evidencia um quadro importante dentro dos vínculos empregatícios: 14,80% dos entrevistados afirmaram que desejam que seus empregadores ofereçam a eles um benefício de apoio à saúde mental — para ser investido em terapias e acompanhamos psicológicos, por exemplo.

A empresa já oferecia um apoio financeiro destinado à saúde mental dos trabalhadores, chamado de Apoio Pass, que oferece serviço de apoio psicológico, orientação financeira, social e jurídica.

“Ao promover um benefício como o de apoio psicológico aos colaboradores, as empresas estão investindo no ativo mais precioso do negócio que é o funcionário, se preocupando com questões para além do horário comercial. O resultado? Melhoria na qualidade de vida, maior engajamento e comprometimento dos colaboradores em suas atividades profissionais”, comenta Fabiana Galetol, head de recursos humanos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

O impacto do estresse

De acordo com a Sodexo, nos últimos 12 meses houve uma procura bastante elevada dos colaboradores da companhia para com o Apoio Pass. Ao todo, o crescimento foi de 51%. Ao separar por categoria, a companhia destaca que o apoio mais procurado foi o psicológico (39%), seguido pelo Apoio Jurídico (35%), Apoio Social (23%) e Apoio Financeiro (3%).

“Esses resultados mostram como é indispensável às empresas oferecerem serviços como estes, principalmente neste momento de pandemia. Apoio à saúde mental dos funcionários precisa ser uma das principais preocupações das companhias. O colaborador é o ativo principal do negócio”, comenta Fabiana.

Especificamente para o Apoio Psicológico, a principal causa para o recurso foi o estresse (57%), seguido dos filhos (19%), familiar (6%), trauma (3%) e conjugal (1%), situações que se agravaram com a quarentena.

Para Fabiana, um dos principais motivos para o aumento na busca do Apoio Pass está atrelado a uma mudança permanente, uma vez que as empresas já reconheceram que a saúde mental dos trabalhadores é bastante importante. “Entre abril e agosto de 2020, a procura pelo serviço Apoio Pass, oferecido pela Sodexo em parceria com a Optum, atingiu uma alta de 597%. Isso significa que o mesmo serviço de Apoio Pass que é oferecido aos colabores da Sodexo também é ofertado ao mercado que demostrou estar muito atento a essa nova necessidade das novas relações de trabalho”, explica.

Apoio psicológico: um investimento a longo prazo

Em um período no qual os funcionários se viram bastante pré-dispostos a uma rotina modificada, o aumento nos casos de estresse agudo ou mesmo da Síndrome de Bournout foi considerável. Assim, o investimento no Apoio Pass foi, para inúmeras empresas, uma garantia de que os colaboradores estariam aptos.

“Com a chegada da pandemia, as empresas sentiram a necessidade de se tornarem inerentemente humanizadas. É preciso construir engajamento com funcionários, principalmente nesse modelo remoto, fomentar confiança em tempos muito incertos e cultivar uma força de trabalho muito mais resiliente e diversa – ou seja, uma força de trabalho sustentável”, argumenta Fabiana.


+ Notícias

Os principais impactos da pandemia na saúde mental e como lidar com eles

Saúde mental no trabalho: como promover dentro da equipe






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS