Netflix expande os negócios e lança plataforma de e-commerce

A Netflix.shop, como foi chamada a loja, já conta com peças de vestuário para comercialização

Foto: Shutterstock

O que temos visto no mercado é que quando uma empresa se torna especialista em determinado serviço, ela começa a acoplar outras soluções de forma a agregar valor para o cliente. Assim segue a Netflix, gigante empresa de streaming. Além de concorrer ao Óscar e levar o prêmio com seus lançamentos, a companhia acaba de lançar um e-commerce.

Chamado de Netflix.shop, a loja traz alguns elementos colecionáveis de seus filmes e séries, assim como peças de vestuários baseados nas produções originais da marca. Por enquanto, poucos produtos foram anunciados, algo que mudará em breve.

“Estamos entusiasmados em oferecer aos fãs uma nova maneira de se conectar com suas histórias favoritas e apresentá-los à próxima onda de artistas e designers que abraçam o poder da narrativa em todas as suas formas”, informou a empresa em nota à imprensa.

Até então as vendas estão focadas para o público americano, mas a companhia já anunciou que expandirá as vendas para outros países nos próximos meses. Assim, o Brasil logo entrará na mira da companhia e terá o e-commerce com produtos exclusivos.

Peças baseadas em filmes e séries originais da Netflix

Por enquanto, a Netflix.shop já tem algumas peças de vestuário disponíveis para compras — apenas em território norte-americano. Entre elas, estão camisetas, assessórios e blusões do anime Yasuke e Eden, assim como uma linha inteira de produtos da série Lupin, produzidos e projetados em parceria com o Museu do Louvre (França).

Ao longo dos próximos meses, novas linhas serão produzidas para outras séries originais da plataforma de streaming. Vale destacar que algumas das séries têm sucesso memorável, tais como o Gambito da Rainha, La Casa de Papel, Dark, Bojack Horseman, The Crown e Stranger Things. Assim, a companhia tem o objetivo de cativar o público que consome a cultura pop.

A expansão vem para reconquistar o crescimento da empresa, que desacelerou desde a chegada da plataforma Disney +. A segunda companhia, entretanto, já está bastante estabelecida no varejo, visto que a Walt Disney já garante a maior fatia dos mais de 128 bilhões de dólares transacionados em roupas e assessórios temáticos.


+ Notícias

Disney+ vai superar Netflix em assinantes até 2026, aponta consultoria

Netflix tem crescimento recorde e ultrapassa a marca de 200 milhões de assinantes






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS